Jornal de Jundiaí | http://www.jj.com.br

Mudanças na educação são desafio para os professores

BIANCA MARIANO | 15/10/2018 | 05:00

Nesta segunda-feira, 15 de outubro, é celebrado o Dia do Professor, data em que acontece uma homenagem aos profissionais pelo desenvolvimento da educação e do conhecimento no país. Ano após ano, fica cada vez mais evidente as mudanças na educação brasileira.
De acordo com o diretor pedagógico do Colégio Divino Salvador Evandro Grioles, os alunos precisam olhar a figura do professor com respeito. “Eles devem reconhecer o professor como profissional capacitado. Tudo começa pelo respeito”, afirma. Evandro também ressalta que o número de professores no Brasil está cada vez mais reduzido. “Tudo isso é reflexo de uma sociedade que não valoriza a figura do professor”, lamenta.

Ainda de acordo com o diretor, historicamente, essa profissão é uma das mais exercidas no mundo, pois sem a transmissão de conhecimento e a correta metodologia seria praticamente impossível formar cidadãos. “Ser professor é poder fazer a diferença na vida de uma pessoa”, afirma Evandro.

Numa sociedade cada vez mais exigente, os desafios da atualidade requerem educadores competentes, ousados e criativos, que apresentem novos planos para um mundo em constante mudança. Para a pedagoga Ana Caroline Vieira, de 21 anos, a importância do professor vai muito além do desenvolvimento intelectual do aluno. “O professor assume todos os dias um compromisso com o desenvolvimento das crianças, tanto pessoal, intelectual e cognitivo”, diz a pedagoga.

Um dos diferenciais que as escolas estão aderindo é a mentoria escolar, esse processo tem como objetivo desenvolver as crianças, de forma pedagógica. Os mentores desenvolvem vínculos com os estudantes mais novos, reunindo-se com cada um dos alunos, uma vez por semana. A mentoria escolar é oferecida para os alunos que encontram dificuldades acadêmicas.

A DATA

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava sobre: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. (Colaboração Bianca Mariano) 
T_dia_professor_Easy-Resize.com

 

 


Leia mais sobre | | |
Link original: http://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/mudancas-na-educacao-sao-desafio-para-os-professores/
Desenvolvido por CIJUN