ASTRA-FINAMAX

Grande produção marca Concertos Astra-Finamax dia 27 outubro, no Polytheama

A apresentação deste mês de outubro dos Concertos Astra-Finamax está especial. A grande produção contará com a participação de 150 músicos que vão apresentar a “Nona Sinfonia de Beethoven”, uma das obras mais conhecidas e emocionantes da música clássica. O concerto, no dia 27, às 20h30, vai reunir no palco do Teatro Polytheama músicos dos corais Madrigal Vivace, de Jundiaí, e Zanzalá, de Cubatão, o coro e Orquestra Municipal de Santos, a soprano Thayana Roverso, a mezzo Luisa Francesconi, o tenor Caio Duran e o barítono Marcelo Ferreira. Todos sob a regência do maestro Luís Gustavo Petri.

A Nona Sinfonia foi a última escrita por Beethoven e a primeira na história da música a ter um movimento com vozes.  Beethoven precisava se expressar de maneira plena e somente os instrumentos não eram suficientes, então ele se apropria do poema de Schiller ‘Ode a Alegria’ que mostra uma visão idealista da raça humana, como irmandade, ideias de liberdade, paz e solidariedade. O 4º Movimento torna-se então um patrimônio cultural da humanidade”, conta Vastí Atique, produtora cultural do projeto.

De acordo com o regente Luís Gustavo Petri, a Orquestra Municipal de Santos já teve a oportunidade de interpretar a Nona Sinfonia na reinauguração do Teatro Coliseu, em Santos, mas esta será a primeira vez que o conjunto se reúne com os corais Vivace e Zanzalá. “Acredito que o espetáculo emocionará muita gente e marcará o início da colaboração entre as cidades de Jundiaí e Santos, fortalecendo os laços culturais dentro do estado de São Paulo”, comenta.

O concerto integra a 21ª edição dos Concertos Astra-Finamax, conta com a produção da Atique & Atique Produções Culturais e com o patrocínio das empresas Astra e Finamax. Os interessados em prestigiar o concerto podem adquirir os ingressos a R$ 10 no Teatro Polytheama ou pelo site www.ingressorapido.com.br. O total arrecadado com a venda de ingressos será revertido à Fundação Casa da Cultura, ao Instituto Luiz Braille e ao Coral Infantojuvenil Pio X, todos de Jundiaí.

Grupos
Fundado em 1999, em Jundiaí, o Madrigal Vivace, que tem como regente Vastí Atique, desenvolve um repertório variado dentro dos estilos erudito e popular. Já interpretou obras grandiosas como “Gloria”, de Vivaldi, “Cantata Carmina Burana”, de Carl Orff e “Requiem”, de Brahms.

Originário de Cubatão, o Coral Zanzalá é um grupo de destaques da Baixada Santista. Formado por 45 cantores e a regente Nailse Machado, o coral já representou o Brasil em festivas internacionais de coros em países como Espanha e Estados Unidos.
A Orquestra Sinfônica Municipal de Santos foi criada em 1995, a partir de um projeto elaborado pelo maestro Luís Gustavo Petri. O grupo já recebeu menção da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA), como exemplo de trabalho e qualidade entre as orquestras criadas no Estado de São Paulo.

Formado em 1990, o Coro Municipal de Santos se constitui num dos mais importantes grupos artísticos da região. Ao longo de mais de duas décadas e meia construiu um repertório que abrange grandes compositores da música erudita. O conjunto já realizou diversas apresentações representando a cidade de Santos em eventos nacionais e o Brasil em encontros internacionais de coros.

Palestra
Novidade na temporada 2018 dos Concertos Astra-Finamax, as palestras educativas em escolas públicas de Jundiaí pretendem aproximar os jovens da música erudita e quebrar tabus envolvendo o gênero musical. Desta vez, o encontro será realizado com os alunos da EE Profª Maria de Lourdes França Silveira, no dia 23 de outubro, em dois horários: das 8h às 9h30 e das 10h às 11h30.

Durante o bate papo, Motta irá mostrar porque a “Nona Sinfonia” é considerada um monumento da humanidade, tão importante quanto as pirâmides do Egito e a Torre Eiffel, por exemplo. A relação da música com a poesia e o momento em que elas se tornam insuficientes para transmitir as ideias de Beethoven também serão outros assuntos abordados. Ao final, todos os estudantes que participarem da palestra ganharão um ingresso para o concerto. Já no dia 27 de outubro, às 19h, antes do espetáculo, Motta apresenta a mesma palestra, desta vez aberta ao público, na Pinacoteca Diógenes Duarte Paes, localizada ao lado do Teatro Polytheama.

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *