TÊNIS

Após mudar estilo, Érika Drozd faz maratona fora do país e oferece bate-bola com público

Com o objetivo de desenvolver cada vez mais sua carreira internacional, a tenista Érika Drodz Pereira vai disputar em agosto uma “maratona” de torneios fora do Brasil. A jundiaiense de 21 anos viaja no início de agosto ao Equador, onde jogará a Copa Federación Ecuatoriana de Tenis e a Copa American Express. Ainda no próximo mês, ela viaja ao Paraguai, onde disputará outras três competições. Essa maratona, segundo Érika, tem o intuito de fazer a tenista ganhar “bagagem”, experiência internacional.

“O importante nesse momento é buscar a evolução que eu e meu treinador estamos propondo fora do Brasil. E para isso é fundamental disputar pontos, disputar jogos. Nesse momento não estamos pensando em resultados. O mais importante é as situações de jogo”, revelou a atleta.

Décima quinta melhor tenista do Brasil, segundo o ranking da World Tennis Association (WTA), Érika está de treinador novo desde 2017. Com isso, está mudando o estilo do seu jogo dentro de quadra. “Antes eu jogava de forma mais passiva, mas agora estou ‘agredindo’ mais. Melhorei muito a potência e a regularidade do saque também”, diz. A evolução dela não fica só nas questões técnicas. “Estou pensando melhor o jogo, entendendo melhor cada situação e trabalhando o lado mental, que no tênis é fundamental”, explica a jovem tenista.

Bate-bola
Sem patrocínio para as viagens que precisa fazer e para disputar os torneios internacionais, Érika Drozd resolveu buscar uma nova forma de financiar seus objetivos: dando oportunidade para que qualquer pessoa que jogue tênis possa fazer um bate-bola com ela. “A ideia é que as pessoas tenham essa experiência, mas que não seja como uma aula apenas. Várias pessoas já me procuraram e foi bem legal”, conta. Érika afirma que os momentos com o público em geral também servem de preparação.

“Sabia que, por conta da minha agenda, não poderia me comprometer a dar treinos. Mas essa proposta também me permite treinar algumas situações, então é muito bacana dos dois lados”.

Para participar do bate-bola com a jundiaiense é necessário marcar horário com antecedência pelo telefone (11) 97511 5602. O custo é R$ 50 a hora, mais a locação da quadra. “Já conversei com algumas academias para diminuir o custo para esse projeto”, finaliza a atleta. Em setembro, ela também organizará um campeonato de duplas, ainda sem local definido.

Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *