BRASILEIRÃO

Palmeiras tropeça, mas ainda pode ser campeão na quarta

O Palmeiras deixou escapar uma ótima oportunidade de se aproximar ainda mais do título brasileiro neste domingo (18).
Diante do Paraná, lanterna do Campeonato Brasileiro, e com grande presença de torcedores no Estádio do Café, em Londrina, os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari apenas empataram em 1 a 1 e não conseguiram aumentar a diferença para os clubes que o perseguem.
Essa diferença, porém, também não diminuiu. O time alviverde, agora com 71 pontos, entrou na 35ª rodada com cinco de vantagem para o Internacional, que perdeu para o Botafogo no Rio de Janeiro e cedeu a vice-liderança ao Flamengo.
Os rubro-negros venceram o Sport na Ilha do Retiro e foram a 66 pontos, retomando a 2ª colocação da competição.
Para garantir o título na quarta-feira (21), contra o América-MG, no Allianz Paque, o Palmeiras precisa vencer e torcer para tropeços de Flamengo e Inter.
Ambos terão compromissos difíceis na próxima rodada, apesar de jogarem em casa. Os cariocas enfrentam o Grêmio, que busca garantir vaga direta na próxima Copa Libertadores, no Maracanã. O Internacional recebe, no Beira-Rio, o Atlético-MG, outro que procura assegurar classificação ao torneio continental.
Mesmo com a frustração de não conseguir bater o lanterna, já rebaixado para a Série B, o Palmeiras conquistou o recorde de invencibilidade do Brasileiro na história dos pontos corridos.
Com 20 partidas sem perder, superou o Corinthians campeão no ano passado com o técnico Fábio Carille, que ficou todo o primeiro turno invicto.
O empate com o Paraná registrou também um turno de invencibilidade de Felipão à frente do time. Na sequência imbatível do alviverde, o treinador só não havia comandado a equipe justamente contra o Paraná, na primeira metade da competição, função que delegou ao assistente Wesley Carvalho.
O duelo deste domingo, no Estádio do Café, foi marcado pela forte chuva que caiu no primeiro tempo. Havia tanto vento que o goleiro palmeirense Weverton cobrou um tiro de meta e a bola não ultrapassou o meio de campo.
O Paraná abriu o placar aos 34 minutos da etapa inicial, com Keslley. Gustavo Scarpa, de pênalti, deixou tudo igual aos oito do segundo tempo.

PARANÁ
Thiago Rodrigues; Wesley, Renê Santos, Jesiel, Igor; Leandro Vilela, Jhony, Kessley, Alesson (Jean Lucas), Juninho (Gonzales); Grampola (Felipe Augusto). T.: Dado Cavalcanti

PALMEIRAS
Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés, Lucas Lima (Willian); Dudu, Gustavo Scarpa (Bruno Henrique), Deyverson (Borja). T.: Luiz Felipe Scolari

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Juiz: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Cartões amarelos: Jhony, Kessley , Igor, Thiago Rodrigues, Renê Santos (Paraná); Scarpa, Borja (Palmeiras)
Gols: Kessley, aos 34min do primeiro tempo (Paraná); Gustavo Scarpa, aos 9min do segundo tempo (Palmeiras)

Foto: Agência Palmeiras

Foto: Agência Palmeiras

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *