NOTÍCIAS
ÁUDIOS
PROGRAMAÇÃO
APRESENTADORES
PEÇA SUA MÚSICA
QUEM SOMOS
CONTATO
09/01/2017 05h00 - NESTA SEGUNDA, ÀS 8H
Mutirão começa nesta 2ª feira na av. 9 de Julho para cortar mato e galhos
Paulo Behr Ferro
pferro@jj.com.br
© Rui Carlos
Na av. Luiz Latorre, Ferroviários e 9 de julho, o mato está alto e dificulta a passagem dos pedestres
O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado (PSDB), acompanha nesta segunda-feira (09), a partir das 8h, um mutirão que vai realizar vários serviços de manutenção na cidade, através da Unidade de Serviços Municipais. O primeiro local escolhido pela nova gestão é a esquina das avenidas Luiz Latorre e 9 de Julho, bem perto do Paço Municipal. A ideia é fazer, de forma emergencial, o corte do mato, pintura e raspagem de guias, poda de árvores, ação contra enchentes e limpeza dos terminais urbanos. Todos os trabalhos serão executados a partir dos recursos disponíveis no setor, tendo em vista a dívida de R$ 45 milhões acumulada nos últimos quatro anos. O orçamento para este tipo de serviço em 2017 é de cerca de R$ 180 milhões, segundo o prefeito.

“Jundiaí está mal cuidada. Precisamos cuidar melhor de nossa cidade e o trabalho que se iniciará  nesta segunda-feira (09) será logo estendido para os outros bairros”, disse Luiz Fernando.

Tapar buracos nas vias públicas também está na lista de tarefas da Unidade de Serviços Municipais. Uma das maiores preocupações do chefe do Executivo em relação à manutenção, de acordo com ele, é a recolha de galhos e desentupimento de córregos. “Estamos no verão e, nesta época, as chuvas são constantes. Em janeiro, então, são frequentes as tempestades que causam transtornos aos moradores com quedas de árvores na fiação elétrica e transbordamento de córregos. Quero antecipar o problema nestes primeiros 100 dias de mandato. Vamos roçar 2,5 milhões de metros quadrados de mato, raspar 204 quilômetros de calçadas e estar atentos às árvores com cupins”.

Ventos fortes - Ainda preocupado com as árvores, Luiz Fernando Machado lembrou do alerta feito pela Defesa Civil do estado de São Paulo e de Jundiaí quanto às chuvas acompanhadas de ventos fortes. “Vamos executar um plano emergencial. Em forma de mutirão, todos vão arregaçar as mangas para que fatos lamentáveis de anos anteriores não se repitam agora. Faremos forças-tarefas nos vários bairros, começando por locais de maior incidência de ocorrências. No Vianelo, por exemplo, há um grande registro de enchentes, assim como na rua Anchieta muitas árvores caem e obstruem o tráfego”, lembrou o prefeito.

Servidor público nº 1 - O tucano fez questão de salientar que é o servidor público número 1 de Jundiaí. “Por isso, quero dar exemplo desde o começo desta administração. Todas as instituições da cidade devem funcionar e bem. Os munícipes nos cobram soluções imediatas e é isso que faremos”.

Outras notícias sobre NOTÍCIAS LISTAR TODAS
24/05 -  Técnicos lamentam a ausência de Jundiaí
24/05 -  Notificação compulsória em casos de violência é aprovada
24/05 -  Rodoviária acha quase 400 quilos de maconha
24/05 -  Córrego da Vila Esperança continua alvo de reclamações
24/05 -  Violência contra a mulher é maior no interior de SP
24/05 -  Bebê é levado por assaltante durante roubo de automóvel
24/05 -  Base da Guarda Municipal no Centro será desativada
23/05 -  HU inaugura obra da UTI Neo nesta quinta-feira (25)
23/05 -  Bandidos tentam roubar carga de celulares avaliada em R$ 1,5 mi
23/05 -  Jundiaí e mais 4 cidades do AUJ não disputarão os Jogos Regionais
Notícias
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com