VIAGEM

Pets deixam de ser ‘bagagem’

Ricky viaja de avião cerca de duas vezes por ano com sua tutora, Rosangela Barbosa. Apesar de ainda ter tremedeiras durante o check-in, o yorkshire fica tranquilo dentro da aeronave, onde voa dentro de uma caixa transportadora em baixo do assento. “Às vezes me veem saindo com ele do avião e dizem que nem tinham notado que um cachorro estava a bordo”, conta Rosangela.

A pedagoga diz que não levaria o pequeno peludo de oito anos em viagens se tivesse que despachá-lo para viajar no porão ou num avião de carga, como uma mala. Mas para quem tem um animal com mais de 10 kg, essa pode ser a única opção (exceto para cães-guia). A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) não apresenta um regulamento específico, o que deixa os pets à mercê das regras de cada companhia.

Depois de alguns escândalos envolvendo mortes de animais no bagageiro e vídeos nas redes sociais que mostraram algumas caixas com animais sendo jogados ou chutados como se fossem malas, algumas companhias pelo mundo até proibiram o transporte de animais de grande porte, que não podem viajar na cabine com o dono.
No Brasil, o limite de peso para que o bicho possa viajar com o dono varia de 5k a 10kg e a idade mínima, de dois a quatro meses. A maioria das companhias exige atestado de saúde e carteira de vacinação atualizada. Algumas também fazem exigências sobre as dimensões da caixa transportadora, determinam um prazo de antecedência para que o viajante solicite o transporte do animal e ainda estabelecem limites de animais por vôo. O passageiro ainda deve pagar uma taxa de cerca de R$ 200 para levar o animal no vôo.

As mesmas regras são exigidas por companhias de ônibus executivo, como a Viação Cometa. No caso da empresa, a taxa para levar o animal é a compra de outro assento para acomodar a caixa de transporte.

A reportagem do JJ já até flagrou cachorros nos trens da linha 7-Rubi, mas a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) afirma que o transporte de animais é proibido.

 

 

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comentário Sobre: “Pets deixam de ser ‘bagagem’

  1. Bela reportagem: Parabéns Rosagela pela iniciativa. Só quem tem esses bichinhos sabem o amor que temos por ele.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *