COMEMORAÇÃO

Hospital Universitário celebra 15 anos com contas equilibradas

O Hospital Universitário de Jundiaí completa hoje 15 anos de atividades na cidade. Segundo a diretora clínica Ana Paula Felgueras, a entidade caminha para zerar suas dívidas com fornecedores. “Em comparação com outros hospitais, nossa dívida é pequena”, afirma. De acordo com o diretor administrativo, Asimar Cardoso, a produção do HU está normalizada, bem como, os atendimentos, medicamentos, insumos, materiais, pagamento de funcionários e impostos em dia. “A dívida do HU é considerada pequena. Gira em torno de R$ 200 mil a R$ 300 mil, que está dentro do ciclo e já foi negociada. Num prazo de 3 a 4 meses será sanada”, confirma.

O HU pertence à Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) e sua gestão é realizada pela Fundação Jayme Rodrigues. “Cerca de 89% dos recursos são públicos. A grande mantenedora financeira do hospital é a Prefeitura de Jundiaí, que paga um valor público no total de R$ 4,6 milhões, a fim de realizar internações, manter os prontos-socorros infantil e o ginecologia e obstetrícia em funcionamento”, explica Asimar.

Atualmente, o HU realiza cerca de 3 mil atendimentos por mês no pronto-socorro de ginecologia e obstetrícia. Já no infantil, que atende Jundiaí e Região, normalmente a quantidade gira em torno de 5 mil a 6 mil pacientes. “No entanto, nos meses de aumento de doenças respiratórias (de abril até junho), a quantidade chega a 10 mil atendimentos”, ressalta a diretora.

A cada mês são realizados em média 350 partos, 850 internações e cerca de 200 cirurgias eletivas. “No setor das enfermarias, o HU possui 40 leitos para maternidade e obstetrícia patológica (destinada para gestantes de alto risco), na pediatria são 24 leitos, 18 para pediatria geral e cirurgia de urgência. Além do setor da clínica cirúrgica, onde ainda são realizadas algumas cirurgias eletivas”, diz.

A diretora salienta que o HU busca constantemente a melhoria de sua atuação em prol de seus pacientes e colaboradores e possui um Comitê de Humanização, que envolve profissionais de vários setores para desenvolver e aperfeiçoar ações de humanização e acolhimento. “Um dos próximos desafios é potencializar ações para conquistar o selo iniciativa Hospital Amigo da Criança e a certificação da ONA (Organização Nacional de Acreditação)”, diz Ana Paula.

Outra meta, segundo a diretora, é concluir a informatização do hospital e reformar e ampliar a unidade de terapia intensiva (UTI) pediátrica, por meio de viabilização de emenda parlamentar no valor de R$ 1 milhão, do deputado federal Miguel Haddad, e mais a contrapartida da FMJ, bem como desenvolver e consolidar novas pesquisas científicas.

LEMBRANÇA
No ano de fundação do HU, a técnica de enfermagem Adriana Aparecida Soares deu à luz sua filha Karen Soares Fernandes. “Ela nasceu no dia 11 de novembro de 2003 e naquela ocasião fui muito bem tratada no hospital”, recorda.
Hoje com 34 anos, Adriana está prestes a ganhar mais uma filha, Alice, prevista para nascer em dezembro. “O parto será realizado no HU, pois conheço o hospital, já trabalhei por aqui e tenho total confiança nos profissionais. Além disso, o HU oferece atendimento de alta complexidade e possui ótima estrutura para um momento tão importante em minha vida”, afirma.

Mamógrafo está desativado

O mamógrafo doado em 2007 pelo Instituto Avon à Fundação Jayme Rodrigues, em parceria com o Hospital Universitário, não está mais em operação. De acordo com a assessoria do HU, o equipamento esteve em uso até 2009, mas por conta de problemas técnicos e, conforme avaliação de especialistas, o custo do reparo seria superior ao do equipamento, tornando inviável sua recuperação. O instituto informa que sua responsabilidade de monitoramento era de 5 anos, envolvendo o funcionamento e o uso do aparelho, período encerrado em 2012.

Banco de Leite em novo local

Para marcar os 15 anos, o Hospital Universitário (HU) também inaugura as novas instalações do Banco de Leite Humano de Jundiaí. A cerimônia oficial será hoje, após as celebrações de aniversário do HU. Para o professor Edmir Américo Lourenço, diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), mantenedora do HU, o novo espaço representa uma grande conquista, que propicia maior acolhimento e atendimento mais humanizado.

“É uma proposta antiga trazer o espaço para perto do Hospital Universitário, com melhorias de qualidade. Além disso, todos sabem da importância e da relevância do Banco de Leite de Jundiaí: são em média 20 recém-nascidos por dia que recebem o leite materno”, diz.

Foto: Rui Carlos

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *