Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Hospital Universitário passa por melhorias e amplia atendimento

DA REDAÇÃO | 18/01/2019 | 05:03

O Hospital Universitário (HU) de Jundiaí passa por uma fase de melhorias, expansão no atendimento e aprovação da população. Mesmo diante de um cenário crítico para a saúde nacional, a instituição encontra alternativas para manter a qualidade da assistência prestada à comunidade e realizar melhorias de infraestrutura e serviços. O HU é referência no atendimento materno-infantil com foco em gestação de alto risco para uma população estimada em 760 mil habitantes, que compreende moradores de Jundiaí e outras seis cidades da região.

O superintendente do HU, Itibagi Rocha Machado, faz um pequeno balanço das principais conquistas de 2018. “Conseguimos implantar um sistema de gestão integrada em saúde, que agiliza o acesso às informações dos pacientes; realizamos reformas importantes, como a sala de emergência do Pronto Socorro de Ginecologia e Obstetrícia e do Ambulatório Assistencial de Ginecologia e Obstetrícia; inauguramos novas instalações para o Banco de Leite Humano do município, e conseguimos uma verba importante, de R$ 1,5 milhão do Projeto Rede Cegonha, para ampliação da UTI Neonatal”, enumera.

Dr. Machado também lembra que no início do ano passado, o então deputado federal Miguel Haddad destinou uma verba para a reforma e aquisição de equipamentos para a UTI Pediátrica. “São conquistas relevantes, que viabilizam melhores tratamentos para a população e permitem que a saúde seja restabelecida num menor espaço de tempo”, destaca.

Segundo ele, todos os avanços são atribuídos a um bom trabalho de equipe. “É resultado de uma importante tríade que dá suporte para a realização das atividades. A Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) realiza investimentos no hospital e disponibiliza equipe de profissionais da área médica; a Prefeitura Municipal por meio do convênio, que viabiliza a prestação de atendimento SUS (Sistema Único de Saúde) à população; e a Fundação Dr. Jayme Rodrigues que administra o HU”, diz.

A cada mês as despesas do hospital chegam a R$5,5 milhões. A receita mensal atinge o mesmo patamar. Por isso, saber administrar cada centavo é uma tarefa essencial para a existência do hospital. “Hoje, 71% de nossos recursos são decorrentes do convênio com a Prefeitura de Jundiaí e 16% do Ministério da Saúde. Dentro deste contrato, prestamos serviços de internações, partos, cirurgias eletivas e atendimentos em nossos prontos-socorros. Praticamente 95% de nosso atendimento é destinado à população SUS. Então temos que ser bem estratégicos na administração”, relata. Os outros 13% que compõem a receita do hospital são recursos próprios.

PLANOS
Se 2018 foi um ano positivo para o HU, 2019 deve seguir no mesmo ritmo. Os projetos do hospital incluem a conquista do selo Iniciativa Hospital Amigo da Criança, concedido pelo Ministério da Saúde. “Passamos pela avaliação em nível estadual, agora devemos passar pela segunda e última etapa, que é uma auditoria federal”, comenta.

O hospital também deve ampliar o número de leitos de sua UTI Neonatal de 10 para 20 com o repasse que está em andamento. Além disso, os planos incluem reforma e ampliação da UTI Pediátrica e ações para a conquista da Certificação de Acreditação da ONA (Organização Nacional de Acreditação).

QUEM USA
Ana Luiza Gonçalves Silva Lopes, 20 anos, vendedora, acompanha o filho Théo Guizi, de apenas dois dias, na UTI Neonatal do HU. O bebê nasceu prematuro e precisou de cuidados neonatais. “Eu fui muito bem atendida aqui desde o momento do parto. Estamos tendo toda a atenção. Eu já tinha ouvido falar muito bem da maternidade e me surpreendi com toda a infraestrutura e com o excelente atendimento, especialmente por ser SUS”, diz ela.

Para Francine Sérvio de Paula, 29 anos, encarregada administrativo, a humanização é um dos pontos altos do HU. Ela deu a luz ao segundo filho, Mateus Sérvio de Paula, no dia 14. “Logo após o parto, a equipe colocou meu filho nos meus braços e pouco depois eu já pude dar de mamar.

Não estava esperando, gostei bastante desta experiência de poder ter ele comigo o tempo todo”, conta ela sobre o contato pele-a-pele e o aleitamento precoce. “Outros pontos positivos são a maternidade e a sala de cirurgia, com limpeza e organização impecáveis. Também notei que a equipe se preocupou em fazer o máximo de exames no meu bebê. Estão de parabéns”, diz.

T_husexta


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/hospital-universitario-passa-por-melhorias-e-amplia-atendimento/
Desenvolvido por CIJUN