MOBILIZAÇÃO

Mais da metade dos casos de estupro é contra vulneráveis

Mais da metade dos casos de estupro registrados em Jundiaí é contra vulneráveis (menores de 14 anos). De janeiro a março deste ano, dos 23 casos registrados na cidade, 14 foram contra menores, equivalente a 60%, segundo apontam as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. No ano passado, os números foram ainda mais altos. Dos 60 casos registrados, 45 foram contra vulneráveis, o que corresponde a 75% das ocorrências.

Para chamar a atenção sobre o problema, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente promove diversas atividades nesta sexta-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento à Violência e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Foto: Rui Carlos

Além dos números oficiais, os conselheiros tutelares da cidade registram ainda casos que não são notificados às autoridades policiais. No 1º Conselho Tutelar (Centro), por exemplo, foram contabilizados, de janeiro a abril deste ano, 17 casos de suspeita de abuso contra menor. No ano passado, no mesmo período, foram 13. “Este aumento é preocupante e alarmante, mas por outro lado mostra que está havendo o encorajamento das vítimas”, diz a presidente do Conselho, Jocilene Padilha.

Já no 2º Conselho Tutelar foram registrados 18 casos de abusos contra menores, de janeiro até o momento. A conselheira Jussânia Rita Lamarca diz que no ano passado, no mesmo período, foram 30 ocorrências. Segundo ela, a redução neste mesmo período é fruto da conscientização da população. “Infelizmente, a maioria dos casos ocorre dentro do âmbito familiar”, comenta.

Para a conselheira do 3º Conselho Tutelar (Eloy Chaves), Vanesca Peromingo, as vítimas de abusos estão entendendo que podem procurar ajuda nos serviços do próprio conselho, do Hospital Universitário e na Delegacia de Polícia. “É importante ressaltar que os serviços em questão estão prontos para ajudar as vítimas”, afirma.

Com objetivo de mobilizar a sociedade e promover o engajamento contra a violação dos direitos da criança e do adolescente, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente realiza nesta sexta-feira (18) o evento “Faça Bonito – Saber Ouvir é Proteger”, no auditório da Faculdade de Medicina de Jundiaí.

De acordo com a presidente do conselho, Alda Maria Carrara, o evento alusivo à data, acontecerá das 8h às 12h e será gratuito. “O encontro será direcionado a todo o sistema envolvido na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes e também para a sociedade em geral. Os interessados poderão comparecer e acompanhar apresentação cultural, palestra e demais atrações”, afirma.

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

5 pensamentos sobre “Mais da metade dos casos de estupro é contra vulneráveis

  1. Não só o pedófilo, mas todo criminoso é covarde. Quando a vítima está armada, o criminoso perde o crime.

  2. A mais dura das substâncias suporta pressão até um determinado limite, a partir do qual, ela se rompe!

    Existem pessoas que excedem todos os limites, de modo que a sociedade de bem precisa e deve romper com elas, mandando-as de volta ao pó….

  3. Ninguém é confiável,nem mesmo os parentes!os pais devem ser mais atentos as suas crianças…infelizmente esses monstros …geralmente são pessoas próximas !

  4. Isso acontece na própria casa com parentes próximos ,, nunca deixe filhos com alguém parentes sozinhos , por mais q seja de confiança

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *