PODAS, MATO ALTO

Manutenção de áreas verdes lidera as reclamações do 156 em 2018

Manutenção de áreas verdes representa a maior demanda da Central de Atendimento ao Cidadão, através do 156 da Prefeitura de Jundiaí. Somente neste ano, de janeiro a maio, a Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos já recebeu 14.660 ligações, sendo cerca de 50% delas relacionadas aos serviços de poda, remoção de árvores, roçagem e capinagem. Segundo o gestor da unidade, Adilson Rodrigues Rosa, os 50% restantes representam serviços de tapa buraco, reparo em iluminação pública, guias e sarjetas, bocas de lobo, entre outros. No ano passado, no mesmo período, a unidade recebeu 14.247 solicitações. “Ficamos de julho de 2017 a janeiro de 2018 sem o contrato de manutenção de áreas verdes, que resultou na intensificação das solicitações por parte dos munícipes. Isso explica esse pequeno aumenta”, afirma o gestor.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

Sobre o atendimento as demandas da população, Rosa fez referência aos prazos para cada tipo de solicitação. “As maiores demandas neste momento são poda e remoção de árvores e conseguimos realizar 600 atendimentos ao mês. No entanto, temos uma fila com mais de 5 mil solicitações e dentro deste contexto temos o prazo de quatro meses para realizar o atendimento”, explica. Por outro lado, a menor demanda deste departamento é relacionada ao serviço de manutenção de iluminação pública, cujo prazo para a solução corresponde a 48 horas.

SAÚDE
Na segunda posição do ranking de solicitações no 156 aparece a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde. Neste ano, de janeiro a maio, foram 5.658 pedidos. De acordo com o gestor, Tiago Texera, 80% deste montante são demandas relacionadas a consultas, exames, pedidos para vigilância sanitária ou zoonoses, assistência farmacêutica e prestadores de serviços contratados ou conveniados a unidade em questão.

Texera também ressaltou que 15% deste volume são reclamações sobre falta de recursos humanos, horário de atendimento e acesso às consultas especializadas. “Além disso, 2% são solicitações de informações sobre a rede de saúde, mais 2% de elogios ao atendimento e 1% são denúncias”, elenca. O gestor frisa, ainda, que 80% de todas as demandas apresentadas pelo 156 são atendidas dentro do prazo e os outros 20% são atendidos fora do tempo previsto, pois as mesmas demandam investigação.

Um dado que chama a atenção é a queda nas demandas relacionadas à saúde. No ano passado, foram registradas mais de 10 mil no mesmo período. “Nossos canais de comunicação foram ampliados, via aplicativo de celular e também presencial. Além disso, criamos uma política de fortalecimento do acolhimento nos serviços de saúde. Quanto melhor a pessoa é atendida, a possibilidade de abertura de demandas é reduzida”, diz.

A Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte ocupa o terceiro posto entre as principais solicitações da Central de Atendimento 156. Em 2017 (de janeiro a maio), foram registradas 3.798 ligações para o setor. No mesmo período, em 2018, foram 3.918. Já a Unidade de Gestão de Planejamento e Meio Ambiente recebeu 1.406 solicitações de janeiro a maio do ano passado e 1.455 neste ano.

 

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comentário Sobre: “Manutenção de áreas verdes lidera as reclamações do 156 em 2018

  1. Prefeitura incompetente, estou cansado de pedir providências sobre uma árvore aqui na Agapeama, que é caso de remoção tenho pedidos desde a gestão anterior e eles nada fazem, só que estou guardando todos os protocolos, e caso aconteça algo mais grave vou processar esta prefeitura por incompetência, e não é só isso tem uma área verde da prefeitura atrás de um imóvel residencial o Jardim Roma, que também estou cansado de pedir a limpeza do local, limparam uma vez a uns 2 anos atrás, questionei novamente pois a vegetação já cresceu e eles já disseram que limparam, acho que eles pensam que o mato nunca mais cresce, eles deveriam fazer um cronograma de limpeza destas áreas e não me retornar com uma resposta tão absurda. Lamentável.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *