JUNDIAÍ
Jundiaí, 24 de novembro de 2017
06/07/2016 19h45 - PET QUE VIRA ARTE

Jundiaiense ganha prêmio de Sustentabilidade

Simone de Oliveira
scoliveira@jj.com.br
© Alexandre Martins
Claudinei ganhou o primeiro lugar na categoria artistas e seu Dom Quixote foi elogiado pela originalidade
Mais do que um prêmio para destacar os artistas plásticos que valorizam todo e qualquer tipo de material, principalmente os recicláveis, o Programa Benchmarking Brasil 2016 certifica as melhores práticas de sustentabilidade das instituições brasileiras. Este ano, o destaque foi para um jundiaiense que faz de simples garrafas pets belas obras de arte. Claudinei Roberto Nanzi faturou o prêmio na categoria Obras & Artistas, dentro do Ranking 2016 dos Legítimos da Sustentabilidade, nesta quarta edição do Bench de Artes. O obra escolhida foi ‘Dom Quixote Sustentável’.

A escultura feita com garrafas pet, pintura à base de água e à base de sustentação com granilha, reaproveitada de material de demolição, encantou os jurados. Para Claudinei, que há 14 anos trabalha como artista plástico, o prêmio foi importante porque valoriza seu trabalho. Porém, lamenta que muitas pessoas ainda não sabem como separar o lixo.

“Comecei a trabalhar com os mais diferentes materiais, mas percebi que o pet estava sendo deixado de lado, inclusive pelos catadores, porque é um artigo que não dá muito dinheiro. O pet é considerado hoje o mico da reciclagem por conta do pouco retorno financeiro, mas utilizá-lo para minhas peças tem sido bem interessante”, comenta.

Ele já perdeu as contas de quantas peças já produziu, mas além de Dom Quixote, famoso personagem do escritor espanhol Miguel de Cervantes, Nei produz em seu ateliê imagens religiosas (como Nossa Senhora de Aparecida e São Francisco de Assis), corujas, máscaras e suportes para vasos. Além da escultura apresentada, os organizadores levaram em conta todo o trabalho realizado em torno da atividade, uma vez que além da produção das peças, Nei também ministra palestras em escolas e empresas mostrando a importância da reciclagem. “A postura ambiental dos artistas também é levada em conta. Fiz questão de montar uma peça que mostrasse que é possível fazer maravilhas com um material que acaba sendo descartado na natureza e poluindo ainda mais os rios. Fiquei agradecido pelo prêmio e pela lembrança de minha obra”, orgulha-se.

A peça premiada está exposta no Museu do Tietê, em São Paulo, junto com outras peças que fizeram de um produto reciclável uma obra de arte. O programa se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País, que reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras.

Assine o JJ Digital e saiba mais

Comente esta matéria 1 comentário
Regina Kalman 07/07/2016 09:30:07
O artista plástico Claudinei Roberto Nanzi tem um trabalho singular, original e muito bem realizado. Começou como artesão e tornou-se um artista com direito a prêmiação. Um grande orgulho para a classe e para Jundiaí.
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre JUNDIAÍ LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias



Empregos e Concursos
Especiais


Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento

Cultura & Lazer
Théo Faz & Acontece
esportes
tv jj


Na Ponta da Língua
Notícias
Periscope
Salão Duas Rodas

grupo jj
Fale Conosco
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com