CANTINHO PET
Jundiaí, 23 de agosto de 2017
13/12/2016 12h02 - PREFEITURA DE JUNDIAÍ

Site tem link para denunciar maus tratos a animais

Da Redação
redacao@jj.com.br
© Divulgação
Jundiaí ganha mais uma ferramenta para que os crimes contra animais sejam denunciados e apurados. Trata-se da Delegacia Eletrônica de Proteção Animal (Depa), um site em que as pessoas podem registrar denúncias contra abusos ou maus tratos praticados.

O site da Prefeitura de Jundiaí já colocou à disposição dos usuários o link para mais essa ferramenta – benefício criado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e que conta com a integração entre as prefeituras na divulgação e popularização da ferramenta.

É simples acessar o novo site: na página principal do portal da Prefeitura de Jundiaí, vá na barra lateral direita de banners e clique em “Delegacia Eletrônica”. Depois, basta acessar o link que leva à Delegacia Eletrônica da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

No site do Governo Estadual, procure pela barra lateral direita, em “selecione a ocorrência”, e clique em Depa – Proteção Animal. A barra também tem o desenho da patinha de um animal para facilitar a visualização. É necessário identificar-se para fazer a denúncia e o sigilo dos dados serão preservados se optar pela privacidade no momento do cadastro da denúncia.

As providências tomadas pela polícia poderão ser acompanhadas através do número de protocolo gerado após a efetivação da denúncia, juntamente com o número do CPF do denunciante informado.

Atualmente, as denúncias feitas em Jundiaí contra maus tratos a animais são registradas via 156 e encaminhadas para averiguação da Coordenadoria do Bem-Estar Animal (Cobema), órgão vinculado à secretaria de Planejamento e Meio Ambiente.

Segundo a supervisora de atendimento do 156, Rodinea Aparecida Galbieri, em setembro, outubro e novembro foram documentadas 81 denúncias sobre o tema (36 em setembro, 18 em outubro e 27 em novembro). “A maioria das denúncias é feita no anonimato, condição que faz com que o reclamante tenha de ir presencialmente à Prefeitura registrar a ocorrência”, conta.

A veterinária Carolina Ballarini Zetun, da Cobema, explica que, na maior parte das vezes, é feita a orientação com notificação escrita. Em episódios mais graves – geralmente os flagrantes – o próprio fiscal do órgão chega a abrir um boletim de ocorrência sobre o constatado. Para a médica, a orientação continua sendo “a abertura do boletim de ocorrência pelo próprio reclamante que flagrou o ocorrido”.

Agora, com a Depa, a apuração dos casos deverá ficar mais fácil e ágil.

Comente esta matéria 1 comentário
estela binati daineze 13/02/2017 10:09:07
adorei esse novo sistema em Jundiaí para ir contra maus tratos de animais
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre CANTINHO PET LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias



Empregos e Concursos
Especiais


Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento

Cultura & Lazer
Théo Faz & Acontece
esportes
tv jj



Notícias
Periscope


grupo jj
Fale Conosco
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com