POLÍCIA
Jundiaí, 23 de setembro de 2017
15/02/2017 05h00 - VÁRZEA PAULISTA

Acusado de traição, rapaz dá facada na cabeça do cunhado

Geraldo Dias Netto
gnetto@jj.com.br
© Jornal de Jundiaí
Procurado: José Aneandro Martins, 23, estaria escondido nas Alagoas
A Polícia Civil de Várzea Paulista identificou a autoria de uma tentativa de assassinato praticada com faca contra um operador de máquinas de 37 anos, no último dia 29. O cunhado do esfaqueado, que foi golpeado na cabeça e no braço, está sendo acusado do crime. Ele teve a prisão temporária requerida à Justiça e está foragido, provavelmente vivendo na região Nordeste do país.

As investigações estão sendo coordenadas pelo delegado Marcel Fehr, chefe da Polícia Civil de Várzea Paulista. De acordo com o policial, José Aneandro Martins, 23, é natural das Alagoas, para onde teria fugido após o ataque com faca. A companheira dele, irmã do esfaqueado e pivô da história, também não foi encontrada. Com 27 anos, ela teria decidido ir embora com o marido, apesar da tentativa de assassinato contra seu irmão.

Fehr explicou que o crime ocorreu em um imóvel no Jardim Pacaembu, onde o casal vivia junto com outros parentes da mulher, incluindo o irmão. Já a motivação teria sido um comentário da vítima com a irmã sobre uma suposta traição cometida por Martins.

Preferindo acreditar no companheiro após pedir explicações, contou o delegado, a mulher teria mudado o comportamento com o parente, assim como o cunhado, que o encontrou algum tempo depois no imóvel. “O autor do crime o mandou embora e fez ameaças. A mulher tentou interceder, mas ele se armou com uma faca e golpeou a vítima na cabeça e no braço”, informou Marcel Fehr.

Segundo o delegado, o autor do crime desapareceu logo depois, enquanto sua companheira deixou a casa nos dias que se seguiram.

Investigações
Fehr explicou que, com a notícia do crime à delegacia, policiais de sua equipe passaram a investigar o caso, conseguindo a informação de que o cunhado do esfaqueado seria o principal suspeito. Com a alta médica do ferido, ele foi chamado para prestar depoimento, confirmando a suspeita do setor de inteligência da unidade policial.

O delegado contou ainda que a qualificação de Martins foi obtida durante diligências no local do crime, onde uma carteira dele, com foto, foi achada, possibilitando um melhor embasamento do pedido feito à Justiça de sua prisão temporária, que incluiu a constatação da apreensão da faca usada na tentativa de assassinato.

“Não resta dúvida que os golpes tinham a intenção de matar”, declarou Fehr, acrescentando, por outro lado, que o autor assumiu o risco de assassinar, caso não fosse a intenção, visto se tratar a cabeça de uma região vital do corpo. Ele também considerou a possibilidade de Martins responder por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil ou por ter se valido de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, conforme previsão na norma penal.

Comente esta matéria 3 comentários
Fernando Zanni 15/02/2017 07:52:38
Descrição da ocorrência bem confusa hein
Mercia 15/02/2017 19:36:59
Revisão das matérias URGENTE.....reciclar redatores também.
Bruxa do 194 15/02/2017 21:55:26
Nossa, que mulherzinha sem vergonha...Fugiu com o homem que tentou matar o irmão dela... É o capim comendo a cabra.
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre POLÍCIA LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias



Empregos e Concursos
Especiais


Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento

Cultura & Lazer
Théo Faz & Acontece
esportes
tv jj



Notícias
Periscope


grupo jj
Fale Conosco
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com