JUNDIAÍ
Jundiaí, 28 de abril de 2017
18/04/2017 19h57 - CASOS NA REGIÃO

Saúde reforça vacina contra febre amarela na zona rural de Jundiaí

Da Reportagem Local
redacao@jj.com.br
Por determinação da Secretaria Estadual de Saúde, a partir de sexta-feira (21), a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, estenderá a vacinação contra a febre amarela para a zona rural de Jundiaí. As doses serão aplicadas casa a casa somente entre os moradores dos bairros Jundiaí-Mirim, Roseira, Toca, Mato Dentro, Caxambu e Rio Acima.

De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 19 mil pessoas residem na zona rural de Jundiaí. “A cobertura vacinal deve incluir toda esta parcela da população. Portanto, iniciamos a vacinação nesta sexta-feira (21), devendo se estender até que todos sejam imunizados”, garante Maria do Carmo Possidente, enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica.

Apesar de o município de Jundiaí ainda não ter registrado nenhuma notificação oficial de febre amarela, o vírus está circulando na Região. Já são dois casos em investigação em Campinas, no distrito de Sousas, e outro em Vinhedo. Por isso, a Secretaria Estadual de Saúde alterou a estratégia de vacinação em Jundiaí e outros municípios da Região.

Segundo informou a assessoria de imprensa da secretaria estadual, Jundiaí agora é considerada área de vacinação ampliada. Serão vacinados todos os profissionais de saúde e moradores da área rural. A vigilância será intensificada e, posteriormente, será estudada a necessidade de imunização dos moradores da área urbana. Em Campinas, por exemplo, a imunização foi feita apenas em Sousas, onde foram registrados os casos.

“Vale destacar que é uma ação preventiva. Não é campanha de vacinação e as pessoas não precisam correr para se vacinar. Será feito um levantamento e a imunização aos poucos. A vacinação só é necessária nos casos citados e para pessoas que vão viajar para áreas de risco”, reforça a assessoria. Outra recomendação da Secretaria Estadual de Saúde é com relação aos macacos. “Ao encontrar um macaco doente ou morto, não mexa nele. Pois é essencial para a investigação da causa morte do animal o local onde ocorreu para a realização de ações na área.” Até o dia 12 de abril, o Ministério da Saúde confirmou 623 casos de febre amarela no País, com 209 mortes.

Agapeama e Central - Há duas semanas, a Unidade de Saúde reduziu os locais de vacinação disponíveis na cidade, de quatro para duas unidades básicas de saúde: Agapeama e Central. Também é preciso fazer agendamento prévio, e pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 16h30. Na UBS Central a espera pode chegar a um mês. A UBS da Agapeama fica na rua Luiz Carpi, 238, e a UBS Central, na avenida Antônio Segre, 71.

Comente esta matéria 0 comentários
Seja o primeiro a comentar esta matéria!
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre JUNDIAÍ LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias
Brasil
Cantinho Pet
Economia
Empregos e Concursos
Especiais
Especial 50 Anos
JJ Nos Bairros
Jotinha
Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento
Agito
Cultura & Lazer
Estilo
Revista Estilo & Casa
Théo Faz & Acontece
Revista Hype
Revista Noivas
esportes
fotos
tv jj
Entrevistas
Na Cozinha
Na Ponta da Língua
Notícias
Periscope
Salão Duas Rodas
Seu Bolso
Simplesmente Vinho
grupo jj
Fale Conosco
Blog JJ
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Enquete
Rádio Difusora
Revista Hype
Revista Noivas
Ponto Onze
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com