JUNDIAÍ
Jundiaí, 24 de outubro de 2017
21/08/2017 19h24 - PONTE SÃO JOÃO

Moradora resgata espaços públicos com arte

Felipe Torezim
ftorezim@jj.com.br

Quem caminha pelo bairro Ponte São João pode perceber que o cinza está dando lugar às mais variadas cores. As pinturas nos postes, muros e os jardins montados em qualquer pequeno espaço de terra são obras da dona de casa Helena Tavares, 69 anos.

“Há três meses comecei a dar cor ao bairro. Gosto de cuidar do espaço onde moro e acho muito importante dar vida à região. Só não faço na cidade toda porque é grande demais”, conta a mineira de Itapeva.

“Isso alegra o coração de todo mundo que passa, principalmente das crianças. E não tem nada mais gratificante do que ouvi-las falando que os desenhos estão bonitos”, completa Helena.

Ela conta que ouviu falar de Jundiaí quando ainda era adolescente, de um ex-namorado. Foi ele quem a fez sentir esse amor pela cidade “Quando ouvi ele contando tive certeza de que precisava morar aqui. No fim, acabei conhecendo outro rapaz da minha cidade, casamos e mudamos para cá quando eu tinha 18 anos”, lembra.

Segundo Helena, a paixão pela pintura não é algo que vem de infância, surgiu há cerca de 10 anos, quando ela resolveu pintar os muros da casa em que morava, no Ivoturucaia.

Há quatro anos na Ponte São João, após pintar os muros e a calçada da nova residência - que fica na rua Professor Joaquim Ladeira -, um estabelecimento vizinho deu algumas bisnagas de tinta para ela colorir seu muro também. Depois disso, os trabalhos não pararam. “Aos domingos a minha alegria não é passear e sim poder cuidar do bairro. Enquanto Deus me der forças vou fazer esses trabalhos”, garante Helena, que ganha todas as tintas.

E a fama desta simpática senhora está se espalhando pelo bairro. Enquanto ela se diverte pelos espaços que ainda não estão coloridos, os vizinhos passam e elogiam. “Eu nunca vi isso em cidade nenhuma. É um trabalho importante em prol do visual da Ponte São João. Ela revigorou uma praça que estava cheia de lixo. A capacidade dela é incrível”, elogia o morador Joel Lanza. “Ela é muito corajosa e talentosa. Faz trabalhos maravilhosos”, completa a amiga Mércia Pereira.

A capacidade de fazer arte não se limita apenas ao pincel e uma lata de tinta. Basta dar um violão para que a alegria de Helena seja transformada em música. Ela canta, toca e atrai quem passa pela rua. Aos finais de semana, participa do coral da Paróquia São João Batista, na Ponte.

Fazer o bem
Além de deixar o bairro mais bonito, ainda sobra disposição para ajudar os idosos. “Lavo roupa, louça e dou atenção para os idosos do bairro. Tem uma senhora de 92 anos que mora aqui perto e ela lembra a minha mãe. Toda semana lavo as roupas dela”, diz. “E lavo na mão. Não quero saber de tecnologia. Aprendi a lavar em tábua e hoje tenho dois tanques de cimento. Não preciso de mais nada”, explica.

Fotos: Fabiano Maia

Comente esta matéria 6 comentários
Adilson Pilot 22/08/2017 02:30:13
Não sei se foi proposital ou coincidência, a segunda foto onde mostra mais uma obra da Dona Helena, ao fundo vê-se um prédio pichado. Enquanto de um lado temos a Dona Helena, do outro, imbecis.
Jean Fabrício 22/08/2017 06:00:22
Não gosto da idéia das pessoas saírem desenhando em espaço público , deve ter ordem na cidade existem muitas formas de arte e cada um tem o seu conceito sobre o que é arte , muitos dizem que pichadores são artistas é uma concepção.Daqui a pouco qualquer pessoa vai sair pintando calçada , postes etc..e dizer que é arte . Concordo desde que haja autorização da prefeitura ou órgão competente caso contrário é uma mera pichação.
Antonio Carlos Baldo 22/08/2017 06:27:24
Parabens Sra. Helena, pela iniciativa de melhorar com colorido o cinza dos dias.
Regina Kalman 22/08/2017 09:23:33
Normalmente o que se vê é a intervenção clandestina nos muros e prédios particulares, com tinta preta com símbolos de pichadores. O grafite já é pintura feita em muros autorizados pelos proprietários, com arte e um objetivo pictórico. Pintar muros e postes de forma claramente artística, com temas florais e alegres por uma cidadã preocupada em embelezar e alegrar seu bairro, é realmente singular. Muito louvável pela iniciativa e tem o aval de uma comunidade. Gostei da idéia original. Parabéns!
reinaldo oliveira 23/08/2017 11:07:41
Parabéns. São intervenções bonitas. Tenho visyto algumas intervenções com grafites, de difícil definição. que em alguns casos ficam mais "feiosos" do que as pichações. Parabéns!!
Vanusa 24/08/2017 15:49:02
Parabéns pela reportagem.
É um incentivo a esta moradora do bairro que tornar cada vez mais, o bairro em um lindo jardim. Ela consegue trazer um pouco do seu interior para o exterior. Mostra com isso que o mundo ainda pode ser lindo, se fizermos a nossa parte. Muitas vezes depende de nós. Parabéns tia Helena Tavares.
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre JUNDIAÍ LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias



Empregos e Concursos
Especiais


Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento

Cultura & Lazer
Théo Faz & Acontece
esportes
tv jj


Na Ponta da Língua
Notícias
Periscope
Salão Duas Rodas

grupo jj
Fale Conosco
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com