POLÍCIA
Jundiaí, 21 de novembro de 2017
12/09/2017 21h28 - VÁRZEA PAULISTA

Civil fecha laboratório de refino de coca

Geraldo Dias Netto
gnetto@jj.com.br
Ação da Polícia Civil de Várzea Paulista identificou um imóvel usado por traficantes para o refino de grande quantidade de cocaína. A construção está localizada no Jardim Buruti, na divisa com Jundiaí, e funcionava como um verdadeiro laboratório clandestino.

Mais de 30 mil tubetes vazios foram achados no local, além de quatro quilos de cocaína já misturada e pronta para ser envasada nas embalagens plásticas. Liquidificadores, balanças de precisão, entre outros objetos, foram apreendidos no imóvel, que servia também para armazenar narcóticos.

Os trabalhos foram coordenados pelo delegado Marcel Fehr, chefe da Polícia Civil de Várzea Paulista. Segundo o policial, as drogas produzidas no laboratório clandestino poderiam ser destinadas a “biqueiras” (pontos de venda) da cidade e de Jundiaí, uma vez que sua localização fica na divisa de ambos os municípios.

Ele comentou que nenhum criminoso foi encontrado na construção, que é de submoraria, mas que o proprietário foi identificado por policiais do setor de inteligência, para quem afirmou que havia locado o espaço recentemente, de maneira informal.

“Estamos trabalhando agora para identificar os responsáveis pelas drogas, para que possam ser responsabilizados tanto por tráfico como por associação criminosa”, explicou Fehr. Segundo disse, pelo que foi encontrado no imóvel, grande quantidade de porções prontas para a comercialização poderiam ser destinadas à venda aos usuários, rendendo altos lucros para traficantes.

Outra ação Ainda durante investigações de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Civil de Várzea Paulista mandou para trás das grades um adulto e dois adolescentes, que foram recolhidos em cela especial para aguardar apresentação à Vara da Infância e da Juventude.

De acordo com Marcel Fehr, cerca de 600 porções de entorpecentes, entre crack, cocaína e maconha, foram apreendidas na ação, que ocorreu em uma residência no bairro da Vila Real. O imóvel, segundo o apurado, era usado para armazenar os narcóticos e distribuí-los a biqueiras da região, além de algumas vendas serem feitas no próprio local.

Cleberson Franca de Jesus, de 30 anos, foi preso em flagrante por tráfico e já registrava antecedentes pelo mesmo crime. O envolvimento com a venda de narcóticos também já teria feito com que os menores se tornassem conhecidos da polícia.

“Essas ações de combate ao tráfico são uma determinação do delegado seccional Luiz Carlos Branco Junior, que pede atuação constante tanto das especializadas, como a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), quanto das unidades territoriais, já que, por vezes, uma modalidade delitiva está relacionada e até sustenta outra”, finalizou Marcel Fehr.

Comente esta matéria 2 comentários
Fabio 13/09/2017 09:08:49
Ninguém foi preso ?????
Julio Cesar 13/09/2017 10:26:28
Parabéns a toda polícia civil e ao delegado responsável pela operação que obteve exito na operação contra o tráfico de drogas.
Seu telefone e e-mail NÃO serão publicados!
* Campos obrigatórios! (caracteres restantes: 1000)
Li e estou de acordo com os termos e condições de uso do portal.
Outras notícias sobre POLÍCIA LISTAR TODAS
JORNAL DE JUNDIAÍ
política de privacidade anuncie conosco
editorias



Empregos e Concursos
Especiais


Motor
Mundo
Opinião
Polícia
Política
Repórter JJ
Turismo
cidades
Jundiaí
Região
entretenimento

Cultura & Lazer
Théo Faz & Acontece
esportes
tv jj


Na Ponta da Língua
Notícias
Periscope
Salão Duas Rodas

grupo jj
Fale Conosco
Repórter JJ
Quem Somos
Expediente
Anuncie
Assine o Jornal
Gráfica JJ
Termo e
Condições de Uso
2014 © Jornal de Jundiaí - Todos os direitos reservados.
Acesse:
Projeto Gráfico: Marcelo Savoy | Desenvolvimento: //sithes.com