ADVOCACIA

Guaraci Alvarenga: 18 anos

A Academia Jundiaiense de Letras Jurídicas completa 18 anos. A viagem empreendida por Mariazinha Congilio alcança a maioridade. Ao longo desta trajetória, foram se juntando acadêmicos, e com eles, os nomes de seus patronos. Como no dizer de Ariano Suassuna, não se apegavam a força da tradição, no entanto, sim, aquela na qual não se limita a cultuar as cinzas do passado, mas buscar levar adiante a chama imortal que os anima, em registrar as suas aventuras nas letras. Agindo com probidade, espírito público, os acadêmicos estão convencidos de que, à frente desta Academia, defendem a unidade da língua, as manifestações literárias jurídicas, tudo em nome da nossa terra.
Desde sua fundação somos 40 membros efetivos. Fundadores e sucessores registraram em seus arquivos as suas valiosas contribuições culturais. Hoje, a Casa se cerca de ilustres personagens de nossa querida Jundiaí. O notável Arthur Marques da Silva Filho, vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Da magistratura destacamos Claudio Soares Levada, Sulaiman Miguel Neto, Jorge Luís de Almeida, Jose Gavião de Almeida, Raul Gavião de Almeida, Edgar de Jesus, Jefferson Barbin Torelli, Mauro Schiavi. A lista traz nomes de tradicionais advogados como o decano Tarciso Germano de Lemos, João Carlos Martinelli, Gustavo Maryssael de Campos, João Jampaulo, Anna Geromel, Luis Haroldo Soutello, Valderez de Melo, de novos talentos da advocacia: Glauco Ramos, Lucia Helena Gomes, Luis Neri de Souza, Simone Zanotello, Susana Ferreti, Aparecida Fonseca de Oliveira, Fernando Orlando, Marcio Cozatti, João Bosco de Oliveira, Leo Marcos Bariani, Jaqueline Bariani, Nelson Pichi Jr, João Orsini Martinelli, Jose Pedro Gavião de Almeida, do delegado Fernando Bardi, dos promotores públicos Eurico Ferraresi, Fauzi Hassan Choukr, Mauro Vaz de Lima, do defensor público Fabio Sorge, do procurador municipal Fabio Nadal Pedro.
Pois como imaginar Jundiaí sem eles! A Academia de Letras Jurídicas, na verdade, espelha uma casa de sonhos. O sonho de cada um dos acadêmicos de expandir suas ideais, seus conceitos, suas experiências, seus apreços interiores, em registros para a história. Poucas casas são tão jundiaiense como esta casa. A nossa sorte repousa no talento da capacidade de bem falar desta gente. Como nos versos do seu Hino, letra da acadêmica Valderez de Melo: que a Justiça, luz que brilha e extasia/cumpra as leis com nobreza e distinção/priorizando liberdade e democracia/venerando com civismo a Constituição/, a Academia cumpre com seu destino de abrigo aos que se aventuram na nobre arte de escrever.
A lição que se aprende nesta vida de lutas é que delas vem às gratidões que mais tocam o coração. Ao me ver, entre tantos ilustres nomes desta nobre Casa, toma conta de mim uma forte emoção de reconhecimento. Vida longa e prosperidade. Parabéns pelos 18 anos.

GUARACI ALVARENGA é advogado. E-mail: guaraci.alvarenga@yahoo.com.br

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *