BALANÇO TRIMESTRAL 2

Caiu número de menores apreendidos

Um número menor de apreensões de menores pegos em flagrante delito em Jundiaí foi registrado pela polícia entre janeiro e março deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado.

Até março de 2017, 41 menores foram formalmente apreendidos por forças policiais em razão da participação nos mais variados crimes, contra 28 até março deste ano, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo.

Por outro lado, uma quantidade maior de infratores foi detida neste ano por força de mandados de busca e apreensão decretados pela Justiça, principalmente a pedido da Polícia Civil, após instauração de inquéritos para apurar delitos nos quais os adolescentes estariam envolvidos.

Conforme os dados da SSP, foram cinco adolescentes detidos até março deste ano, contra apenas dois no mesmo período de 2017, ambas no mês de fevereiro.

O tráfico de drogas continua sendo o crime que mais resulta na apreensão de menores na cidade, segundo a Polícia Civil. O motivo seria a punição mais branda que a aplicada a um adulto preso pelo mesmo delito, que pode ser condenado a uma pena de até 15 anos de reclusão, além de pagamento de multa ao Estado.

Por não cometer crime, mas sim ato infracional, o menor terá punição prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), sendo a mais rigorosa a internação em unidades de custódia de jovens infratores, como a Fundação Casa (antiga Febem).

Em Jundiaí, a unidade está localizada na rodovia Vereador Geraldo Dias, no Jardim Corrupira, e fornece aulas e cursos aos internos, além de outras atividades, incluindo recreativas. Há ainda, em tais centros, quadras poliesportivas e consultórios médico e odontológico.

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *