EM JUNDIAÍ

Homem é assassinado no Novo Horizonte

A equipe de área da Polícia Militar (PM), formada pelo cabo Lacerda e o soldado Evandro, encontrou na tarde desta terça-feira (4), no Jardim Novo Horizonte, em Jundiaí, o corpo de um homem de 32 anos vítima de homicídio, possivelmente um crime passional. Pouco tempo depois, os PMs conseguiram prender Altair Ventura Marciano, que confessou ser autor do crime, e outros três indivíduos que teriam envolvimento na morte.

De acordo com informações do cabo Lacerda, moradores do bairro encontraram o corpo de Dailton Ribeiro da Santana, que estava desaparecido há 15 dias, em uma área de mata e acionaram a PM. “Fomos informados sobre o paradeiro do suspeito do crime. Então, nos deslocamos até o endereço indicado, na rua 4785”, explicou.

Ao chegar no local, moradores apontaram um indivíduo que seria o autor do crime. Altair, ao ver os policiais, saiu correndo. Ele foi perseguido pelo policial, que conseguiu apreendê-lo. Segundo Lacerda, de imediato ele negou a autoria do crime. “No entanto, minutos depois confessou ter enforcado a vítima, com quem teria um caso homoafetivo”, detalhou. Altair também teria indicado à policia onde está o amortecedor de bicicleta utilizado no crime. Ele teria usado o objeto para bater na nuca da vítima.

Informações ainda não conta que vítima e autor seriam moradores em situação de rua. Ainda conforme informações do policial, o suspeito também confirmou que teve ajuda de mais três homens para cometer o crime. Todos foram presos em flagrante. O caso foi apresentado no 5º DP, no bairro do Eloy Chaves, e depois encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde o crime será investigado.

Estatísticas

De acordo com estatísticas da Secretaria de Segurança Pública, neste ano, de janeiro a outubro, foram registrados em Jundiaí 8 casos de homicídio doloso. Já no mesmo período de 2017 foram 13. Somente na área de cobertura do 5º DP, até então apenas um caso de homicídio havia sido registrado, em outubro. Já no ano passado, foram 5 casos.

Suspeitos foram apreendidos e o caso encaminhado para a DIG. Foto: Divulgação

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *