POLÍCIA

Polícia alerta para novo golpe; idosos e mulheres são alvos

Um tipo de golpe tem aumentado em Jundiaí, deixando a polícia em alerta. Correntistas de banco estão sendo lesados por criminosos especializados em enganar principalmente mulheres e pessoas de idade. Nesta semana, um deles foi preso em flagrante. Trata-se de um morador de São Paulo, de 19 anos, autuado por estelionato, uso de documento falso e associação criminosa. Apesar de confessar todos os crimes, ele foi solto em audiência de custódia, menos de 24 horas após sua prisão.

De acordo com o investigador Marcio Piovesan, chefe do setor de inteligência do 1º e 7º DPs, o número de delitos nos quais o rapaz está envolvido tem crescido bastante na cidade, principalmente pela falta de cautela das vítimas, que fazem o que desconhecidos mandam. Sobre o golpe, ele informou que criminosos se passam por funcionários de bancos e agem para conseguir os cartões e senhas dos correntistas, valendo-se de uma dinâmica que envolve a entrega do próprio cartão pela vítima aos falsos funcionários.

Novo prédio da DIG em Jundiaí. Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí

O policial contou que, para fazer com que as vítimas caiam na armadilha, um dos integrantes da quadrilha telefona para o correntista e indaga sobre uma suposta compra feita em local geralmente distante de sua casa. “O que não sabemos ainda é de que forma a quadrilha consegue obter os dados das vítimas, incluindo o número do telefone, da casa e da conta bancária”, acrescentou Marcio Piovesan.

Segundo ele, após o correntista informar não ter feito a compra, o golpista alega que o cartão está clonado e pede autorização para cancelá-lo, fazendo com que a vítima, geralmente mulher ou idoso, passe o número da senha. “Para dar um aspecto de veracidade, o golpista pede que o correntista corte o cartão no meio e o entregue para um funcionário do banco, que irá retirá-lo em casa.

Ocorre que, mesmo cortando no meio, o chip do cartão fica intacto e é retirado para ser colocado em outro cartão”, contou o policial. Conforme explicou, em posse do chip e da senha, a quadrilha efetua diversas operações, causando prejuízo no limite dos valores disponíveis pelo banco ao correntista.

CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS NO PLANTÃO POLICIAL

E MAIS: 

RECEITA ALERTA PARA VOLTA DO “GOLPE DO AMOR”

PESSOAS USAM NOME DA DAE PARA APLICAR GOLPE, ALERTA EMPRESA; SAIBA COMO SE PREVENIR

​PRESO

Victor Hugo Lopes Marcondes Pinto foi preso ao tentar retirar o cartão na casa de uma das vítimas. Por motivos desconhecidos, um motorista de aplicativo que o transportava parou ao lado de policiais militares para dizer que o passageiro estava aplicando golpes. Segundo Marcio Piovesan, o paulistano chegou a sair correndo, foi detido e deu nome falso, apresentando um documento pessoal que comprou na Praça da Sé, na Capital. Resolveu, no entanto, confessar quem realmente era o foi levado ao 7º DP, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Josias Guimarães.

O investigador-chefe explicou que o detido contou em detalhes sobre esquema que participava, dizendo que estava havia uma semana em Jundiaí, período em que aplicou diversos golpes contra correntistas. O que ele não esperava é que, enquanto prestava depoimento, fosse chegar à delegacia uma de suas vítimas, uma aposentada de 70 anos, residente no Jardim das Tulipas, pedindo para registrar um boletim de ocorrência de estelionato.

Ao contar como tudo aconteceu, informou o policial, a mulher foi orientada a fazer o reconhecimento do rapaz que estava detido, confirmando que se tratava da mesma pessoa que havia ido a sua casa para retirar o cartão do banco, que entregou cortado ao meio De acordo com a mulher, seu prejuízo foi de R$ 8.306,00. O montante seria referente a saques, compras e pagamentos feitos pela quadrilha que conseguiu enganá-la.

Reconhecimento
O policial pede que o 1º ou 7º DPs sejam procurados em caso de reconhecimento fotográfico do acusado. As unidades estão localizadas no prédio do Plantão da Polícia Civil, que fica no número 365 da avenida 9 de Julho, ao lado da Delegacia Seccional. O telefone é o (11) 4521-2733.

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *