SETEMBRO AMARELO

Suicídio é tema no programa ‘Palco da Cidade’, nesta sexta (14)

A segunda edição do programa “Palco da Cidade” promove nesta sexta-feira (14), a partir das 18h30, um diálogo entre especialistas e artistas com o tema “Suicídio: a epidemia calada – Escutar é uma saída”. O evento no Teatro Polytheama é uma realização em parceria da Unidade de Gestão de Cultura (UGC) com a Rede TVTEC, que transmitirá o evento ao vivo.

A Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) realiza ações relacionadas ao tema. O encontro integra a programação do Setembro Amarelo, mês de conscientização do suicídio, e faz parte da terceira edição do encontro de valorização da vida e o segundo debate sobre o assunto, também com a parceria do Centro de Valorização da Vida (CVV).

Questões de saúde mental, segurança pública, depressão, humanização, a influência da mídia e das redes sociais na crise suicida e apoio emocional serão discutidas pelos especialistas que já confirmaram presença: o capitão do Corpo de Bombeiros, o comandante Diógenes Munhoz; o instrutor de Negociação com Suicidas do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), major Hugo Araújo Santos, Instrutor de Negociação com Suicidas do GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais); Tenente Coronel Valdira Ferreira da Escola Superior de Soldados da PM; a psicóloga e mestre em saúde pública, Karen Scavacini; coordenadora nacional de estudos do CVV, Elaine Macedo; e o médico psiquiatra da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, Neury Botega.

Para o evento estão também previstas as intervenções artísticas de cantora Fernanda Porto, do bailarino Felipe Cuqui, do ator Marcelo Várzea e Flávio Sacaramoni no slackline. Os interessados em participar do encontro no Teatro Polytheama podem retirar o ingresso na bilheteria do Teatro Polytheama, que fica na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro, nesta sexta-feira (14), das 13h às 18h.

Histórico
Em agosto do ano passado mais de 1.200 pessoas marcaram presença no Polytheama, quando se discutiu suicídio pela primeira vez em Jundiaí. Além do debate inédito, foi lançada a Cartilha de Prevenção do Suicídio. Segundo dados do Ministério da Saúde, as taxas de vítimas de suicídio superam as da AIDS e da maioria dos tipos de cânceres.

Mais de 11 mil pessoas cometem anualmente suicídio no Brasil, de modo que o evento tem por objetivo quebrar os tabus. Já o programa “Palco da Cidade” chega à sua segunda edição após o sucesso de sua estreia, realizada em março deste ano, com o tema “As Mulheres que Sou”.

Ações
Para marcar o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, lembrado no dia 10 de setembro, a Fumas amanheceu com as cores amarelas. Os funcionários que trabalham na sede administrativa da Fundação, no Velório Municipal Adamastor Fernandes e nos Cemitérios Municipais Nossa Senhora do Desterro e Nossa Senhora do Montenegro, receberam um origami (dobradura) do pássaro tsuru, que na cultura oriental representa paz, amor, felicidade e longevidade. A ideia é multiplicar tais sentimentos positivos e oferecer ajuda a quem, muitas vezes, se cala diante das dificuldades impostas pela vida.

Nas próximas semanas, voluntários do CVV (Centro de Valorização da Vida) farão rodas de conversas com funcionários da Fumas. Na sede administrativa, o encontro será dia 21, às 10h. Para que todas as equipes locadas no Velório Adamastor Fernandes e nos dois cemitérios também possam participar, foram montados outros quatro encontros a serem realizados entre os funcionários do SFM: no dia 24 (às 17h e às 18h) e no dia 27 (às 17h e 18h).

Campanha pela prevenção do suicídio é representada por laços amarelos | Foto: reprodução/internet

COMENTE

Loading Facebook Comments ...

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *