Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Situação da Marginal do Rio Jundiaí piora com chuvas

ISABELA CRISTÓFARO | 12/03/2019 | 05:04

Mato alto, ausência de sinalização vertical, placas de trânsito enferrujadas e os buracos fazem parte do cenário atual da Marginal do Rio Jundiaí.
A reportagem do Jornal de Jundiaí percorreu a via nesta segunda-feira (11) para verificar as condições e saber opinião dos comerciantes da região sobre a atual situação, e conversou com o motorista Rodrigo dos Santos, 37, que passa pelo local todos os dias. Ele relata que falta iluminação, sinalização e recapeamento no trecho entre as cidades de Campo Limpo e Várzea Paulista. Além disso, o motorista destaca que a situação se agrava em dias de chuva. “Fica intransitável, porque com o excesso de buracos, a rua chega a alagar”, diz.
O comerciante Luiz Antônio de Oliveira mora há 37 anos em Várzea Paulista e classifica essa situação como horrível. “Poderia melhorar, principalmente a questão dos buracos. O rio também é um problem, ele está assoreando. Parece que o mato ‘tampa’ o rio e quando chove alaga”, afirma, mostrando o buraco e a árvore caída à margem do rio, devido às chuvas dos últimos dias.
De acordo com os entrevistados, o trecho de Campo Limpo Paulista é o que se encontra nas piores condições. Além da infraestrutura necessária para segurança dos motoristas e pedestres, há lixo na via e parte do asfalto afundando.
“Está horrível. Muito ruim”, diz o comerciante Paulo Freitas, 49. “O trecho aqui de Campo Limpo é difícil, principalmente na questão do asfalto. Tem muito caminhão de carga passando por aqui e carro comum não aguenta”, diz. “A prefeitura veio aqui há alguns dias arrumar o asfalto, mas não adiantou nada”.
Em nota, a Prefeitura de Campo Limpo diz que busca recursos Federais e Estaduais para realizar a manutenção efetiva do local, mas que com as chuvas intensas, o processo de reparo fica inviabilizado.
A assessoria de imprensa da prefeitura de Várzea Paulista informa que também tem buscado convênios do Governo Estadual e Federal para as melhorias da via e, em dezembro do ano passado, deu início ao recapeamento de 19.641 metros quadrados da via.
No que diz respeito ao trecho de Jundiaí, o prefeito Luiz Fernando Machado assinou, em julho do ano passado, um convênio de R$ 3,5 milhões para a realização do recapeamento recuperação das margens do Rio Jundiaí. Em nota, a Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) informa que realiza periodicamente uma manutenção na marginal que liga Jundiaí a Várzea Paulista, no trecho que é de responsabilidade do município. Quanto a verba, “a Prefeitura aguarda a liberação dos R$ 1,75 milhão de responsabilidade do Governo do Estado para iniciar as obras”, diz a nota.

MARGINAL DO RIO JUNDIAI EM JUNDIAI


Link original: https://www.jj.com.br/regiao/situacao-da-marginal-do-rio-jundiai-piora-com-chuvas/
Desenvolvido por CIJUN