Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

20% da população segue sem água em Campinas

| 13/10/2014 | 22:48

Após um fim de semana em que cerca de metade da população de Campinas (a 93 km de SP) ficou sem água, o problema continuou ontem para 20% da população, segundo a Sanasa (empresa mista de saneamento e esgoto). O problema ocorre devido à baixa vazão e à má qualidade da água dos rios Atibaia e Capivari, de onde a empresa capta água para abastecer o 1,1 milhão de habitantes da cidade.

Como os reservatórios da empresa são capazes de manter a cidade abastecida por apenas seis horas, o fornecimento é afetado em pouco tempo se a captação for suspensa ou reduzida – no momento, ela está em 80% da demanda. Segundo Marco Antônio dos Santos, diretor técnico da Sanasa, é preciso esperar a qualidade do rio melhorar. “Não vou mandar água de má qualidade para a população e colocá-la em risco.”

Santos afirma que a falta de água atinge as casas que não têm capacidade de reserva. A região da Vila Formosa, a mais alta da cidade, é um ponto crítico, segundo ele. Por isso, foi preciso mandar caminhão-pipa para garantir o abastecimento.

Para reduzir a dependência direta da vazão dos rios e da qualidade da água, a Sanasa afirma que está ampliando a capacidade dos seus reservatórios e irá construir uma represa de grande porte na cidade. 


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/20-da-populacao-segue-sem-agua-em-campinas/
Desenvolvido por CIJUN