Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Aos 78 anos, morre o jornalista e radialista Gil Gomes

FOLHAPRESS | 16/10/2018 | 14:10

O jornalista e radialista Gil Gomes, famoso pelo tom de suspense ao narrar crimes na televisão, morreu na madrugada desta terça-feira (16), em São Paulo, aos 78 anos.
O repórter policial, que tratava do mal de Parkinson desde 2005, passou mal em casa e foi levado ao hospital, mas não resistiu. A morte foi confirmada pela família.
Gil Gomes nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940. Foi no jornalismo investigativo que ele se tornou um dos grandes nomes do rádio e da televisão.
Dono de uma voz potente, a sua carreira teve inicio na década de 1960 na extinta Rádio Marconi.
Mas, foi na televisão, entre os anos de 1991 e 1997, que ele conquistou o público ao fazer parte da equipe de repórteres do extinto Aqui Agora, programa do SBT.
Gil era casado com Eliana Izzo, sua segunda mulher, com quem teve duas filhas. O jornalista deixa mais 3 filhos do primeiro casamento.

Foto: reprodução/internet

Foto: reprodução/internet


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/aos-78-anos-morre-o-jornalista-e-radialista-gil-gomes/
Desenvolvido por CIJUN