Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Arquivo do Estado abre para consulta o acervo da extinta Rede Ferroviária Federal

Da Folhapress | 18/03/2019 | 09:04

Após um trabalho de oito anos para organizar a documentação, o Arquivo Público do Estado abriu para consulta o acervo iconográfico da extinta RFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A.).

São cerca de 26 mil ampliações fotográficas que integram a história paulista da antiga rede ferroviária. As imagens, que estavam em Jundiaí e num imóvel na rua Mauá, na capital, chegaram totalmente desorganizadas ao Arquivo, razão pela qual foi necessária quase uma década para serem liberadas.

Após a extinção da RFFSA, regulamentada em 2007, o acervo, que já estava totalmente espalhado, ficou praticamente abandonado até 2011. Até hoje há vagões e imóveis que pertenceram à rede sem destinação adequada, por exemplo.

Naquele ano, após ação que envolveu o MPF (Ministério Público Federal) e a inventariança da extinta RFFSA, foi assinado um termo de compromisso com o Arquivo para salvaguardar o acervo iconográfico. O acordo permite a guarda temporária por cem anos.

Agora catalogado, o acervo ajuda a contar a história da Rede Ferroviária em território paulista.

Entre o material identificado e aberto a consulta estão não só fotos da rede, mas também álbuns de companhias ferroviárias como Sorocabana, Paulista e Mogiana do final do século 19 e início do século passado -anteriores à existência da RFFSA, que só surgiria em 1957.

Há, também, material da SPR (São Paulo Railway), que é de 1867 e foi a primeira empresa ferroviária do estado. O subgrupo São Paulo Railway, aliás, é o maior do Arquivo, contendo 14.716 imagens de estações, obras e maquinário, entre outras.

 

ferrovia


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/arquivo-do-estado-abre-para-consulta-o-acervo-da-extinta-rede-ferroviaria-federal/
Desenvolvido por CIJUN