Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ator José Wilker criou personagens memoráveis

| 04/09/2014 | 10:34

Vitimado por uma parada cardíaca na manhã deste sábado (05), o ator e diretor José Wilker estava em casa com a namorada, a jornalista Claudia Montenegro, quando se sentiu mal e não teve tempo de ser hospitalizado. A causa da morte foi uma parada cardíaca. 

O velório está previsto para começar por volta das 23h deste sábado, de acordo com a liberação do corpo, e seguirá até as 15h de domingo (06), aberto ao público. Até as 17h15, o local do enterro ainda não havia sido definido. A presidente Dilma Rousseff fez elogios no microblog Twitter à carreira do ator José Wilker. 

Dilma lembrou das várias faces do artista e disse que ele é exemplo de dedicação à arte. “Ator, crítico de cinema e exemplo de dedicação à arte, José Wilker nos presenteou com interpretações que se tornaram ícones do cinema e da TV”, escreveu a presidente.

HISTÓRIA
José Wilker nasceu no Ceará, no município de Juazeiro do Norte, em 20 de agosto de 1947, de acordo com o site Memória Globo. Filho de uma dona de casa e de um caixeiro viajante, mudou-se ainda criança para o Recife. Wilker veio para o Rio em 1967 para estudar sociologia, mas desistiu do curso e passou a se dedicar integralmente ao teatro.

Antes disso, no entanto, ele já tinha começado a carreira de ator profissional, integrando o Movimento Popular de Cultura (MPC), do Partido Comunista. Em sua trajetória, há dezenas de novelas, com papéis marcantes em várias delas, como Roque Santeiro, Anos Rebeldes, Fera Ferida, O Bem Amado, Senhora do Destino e Amor à Vida, seu último papel nos folhetins da TV Globo. 

Entre os 40 filmes de que participou, Dona Flor e Seus Dois Maridos, Xica da Silva e O Homem da Capa Preta estão entre os mais lembrados, além de Bye Bye Brasil. Wilker também se destacou em minisséries, como JK e Gabriela, e, nos últimos anos, era comentarista da cerimônia do Oscar na transmissão da Rede Globo.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/ator-jose-wilker-criou-personagens-memoraveis/
Desenvolvido por CIJUN