Acervo

Brasil registra 345 mortos e 8.261 infectados por coronavírus


As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 16h30 desta sexta-feira (3), 8.261 casos confirmados do novo coronavírus (sars-cov-2) no Brasil, com 345 mortes pela covid-19. Apenas quatro estados ainda não registraram mortes: Acre, Amapá, Roraima e Tocantins. Nesta tarde, o Rio Grande do Sul confirmou a sexta morte no estado. Na Bahia, duas mortes foram confirmadas nesta manhã e o estado chega a cinco mortes pela doença. O Rio Grande do Norte e o Espírito Santo também alcançaram o número de quatro mortes cada um. O Mato Grosso registrou a primeira morte nesta manhã: um homem de 54 anos, que foi internado no dia 29 de março. Ele era hipertenso e diabético e estava internado com síndrome respiratória aguda. Em Pernambuco chegou a dez o número de mortos pela covid-19. O Amazonas registrou a sétima morte e alcançou os 260 casos confirmados e, em Minas Gerais, são seis mortos pela doença. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo confirmou mais seis mortes pelo coronavírus dos 201 óbitos considerados suspeitos e que estavam pendentes, na fila de espera no Instituto Adolfo Lutz. Com isso, sobe para 214 o número de mortos no estado. Na manhã desta sexta, o município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, divulgou a primeira morte pela covid-19. A secretaria estadual de Saúde ainda não confirmou o caso. Também aumentou o número de infectados no Amapá, na Paraíba, em Mato Grosso do Sul, no Pará e no Rio Grande do Sul na manhã desta sexta-feira. O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde de quinta-feira (2), apontava 299 mortes e 7.910 casos confirmados de coronavírus no Brasil. O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros mil casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). Outros dois mil casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março) e quase quatro mil casos de 27 de março a 2 de abril, quando a contagem bateu os oito mil infectados.

Notícias relevantes: