Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Brasil registra mais de mil mortes em 24h, uma a cada 84 segundos

Da redação | 19/05/2020 | 19:34

A última atualização do Ministério da Saúde, divulgada hoje (19), mostra que, nas últimas 24 horas, foram contabilizados 1.117 óbitos pela doença causada pelo coronavírus, com média de uma a cada 84 segundos. Trata-se de um novo recorde de mortes registradas em um dia, passando os 881 óbitos contabilizados na terça-feira passada (12). Os picos têm sido neste dia da semana porque, entre sábado e domingo, os dados não são registradas no sistema na mesma velocidade que nos dias úteis.

Hoje foi o primeiro dia nesta pandemia em que o Brasil contabilizou mais de mil mortes pela covid-19. Trata-se do quinto país do mundo a chegar neste patamar, após Estados Unidos, França, Reino Unido e China. Enquanto a maioria dos países mais afetados pela doença já está do outro lado do pico de contaminações, o Brasil ainda vê a covid-19 em fase de aceleração, e ninguém sabe com certeza quanto esta etapa vai durar.

“Depende muito do confinamento das pessoas. Se o isolamento social for baixo, há um aumento rápido no número de mortos. Se o isolamento for rígido, acontece menos mortes e o pico é diluído ao longo do tempo. Enquanto estiver como hoje, meia boca, vai continuar morrendo muita gente”, alerta o infectologista Marcos Boulos, da Superintendência de Controle de Endemias de São Paulo (Sucen-SP).

COVID19 test for diagnosis new corona virus


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/brasil-registra-mais-de-mil-mortes-em-24h-uma-a-cada-84-segundos/
Desenvolvido por CIJUN