Acervo

Covid-19: EUA ultrapassam 10 mil mortes


Mandatory Credit: Photo by Evan Vucci/AP/Shutterstock (10434333bm) Donald Trump, Sauli Niinisto. President Donald Trump speaks during a meeting with Finnish President Sauli Niinisto in the Oval Office of the White House, in Washington Trump, Washington, USA - 02 Oct 2019
Crédito: Reprodução/Internet
Os Estados Unidos ultrapassaram ontem (6) a marca de 10 mil mortes confirmadas por coronavírus, às vésperas do que o país espera ser o pico da pandemia no seu território, em 15 de abril. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA têm agora 347 mil casos e 10.335 mortes pelo novo vírus, o covid-19.  Em uma semana, o salto no número de vítimas foi de mais de 7 mil pessoas. A curva do coronavírus nos EUA segue crescendo vertiginosamente desde o meio de março e o governo Donald Trump afirmou que as próximas duas semanas devem ser decisivas para o país, comparando-as inclusive aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. "A próxima semana será o nosso momento 11 de setembro, o momento mais difícil para muitos americanos em toda a sua vida", disse o diretor do serviço de saúde pública dos EUA, Jerome Adams. Para o meio de abril espera-se o pico de transmissões em Nova York, hoje o estado com situação mais crítica em meio à pandemia nos EUA, e a piora do quadro em Nova Jersey, Michigan e Nova Orleans. As projeções mostram que não há testes nem recursos médicos e leitos disponíveis para todos os pacientes de coronavírus no país e o número de mortes em um único dia pode ultrapassar os 3 mil em 16 de abril. Em Nova York, o pico para a pandemia é esperado para dia 9 de abril, mas o governador Andrew Cuomo estendeu as medidas de isolamento social até dia 29 do mesmo mês e vai aplicar multa de US$ 1 mil (R$ 5,2 mil) para quem descumprir as normas. Reino Unido O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, 55, foi internado ontem (6) numa unidade de tratamento intensivo (UTI), informou o governo britânico. Diagnosticado com covid-19 há 11 dias, o premiê foi internado no domingo no hospital Saint Thomas, em Londres. O estado de Boris piorou ao longo da segunda e ele foi transferido para a UTI "para o caso de precisar de ventilação". [caption id="attachment_87205" align="aligncenter" width="800"] Mandatory Credit: Photo by Evan Vucci/AP/Shutterstock (10434333bm)
Donald Trump, Sauli Niinisto. President Donald Trump speaks during a meeting with Finnish President Sauli Niinisto in the Oval Office of the White House, in Washington
Trump, Washington, USA - 02 Oct 2019[/caption]

Notícias relevantes: