Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mau humor leva uma semana para se ajustar ao horário de verão

FOLHAPRESS | 04/11/2018 | 17:05

O mau humor do casal, segundo o neurologista Luciano Ribeiro, especialista em medicina do sono, deve durar sete dias. “É o tempo que o corpo humano leva para se ajustar ao novo horário”, conta. Ribeiro diz que reações como perda de memória recente, fadiga, cansaço e muita irritação serão comuns entre os brasileiros nos primeiros dias da mudança. “Idosos, crianças e gente com insônia vão sofrer mais”, afirma o especialista.

Um ano antes de Carlos e Fabrícia terem a ideia da página reunindo o time contra o horário, Carla Crestana, 60, que trabalha na administração de um escritório, criou a página dos fãs da mudança. Com um número menor de curtidas (3.749), ela e os seguidores falam de saudades do relógio de verão e calculam “ansiosos” os dias para a chegada dele. “A imensa maioria gosta. Na página é quase zero quem entra para criticar. As pessoas ficam mais descontraídas, a claridade e o sol ajudam também com o bom humor”, conta ela.

“Vários países têm horário de verão, eu não entendo os argumentos de quem reclama. Uma hora faz tanta diferença assim? Acho que as pessoas são muito sugestionáveis. A mesma pessoa viaja para outro país, muda cinco ou seis horas e não reclama. Acho que é mimimi”. Para Alexandre Moana, presidente da Abesco (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia), o horário de verão é benéfico, mas perdeu a relevância. “Se fosse colocar na balança os efeitos colaterais causados na população que reclama de um cansaço maior nos primeiros dias, pode chegar uma hora que se fale que ele não vale mais a pena”, afirma Moana.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/mau-humor-leva-uma-semana-para-se-ajustar-ao-horario-de-verao/
Desenvolvido por CIJUN