Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Metroviários decidem manter a greve

| 07/06/2014 | 19:54

Metroviários decidiram, em assembleia neste sábado à noite, continuar a greve até a tarde deste domingo (8), em São Paulo. A categoria vai realizar uma nova assembleia às 14h de domingo. O julgamento da greve está previsto para as 10h, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT),

Na última sexta, o governo chegou a propor 8,8% de aumento, mas depois declinou da oferta, e manteve o valor de 8,7% de reajuste. Os metroviários seguiram com pedido de aumento de 12,2%. O Metrô deve continuar operando com o seu plano de contingência no sábado e no domingo.

“O Metrô chegou no limite. Gostaria de trazer uma outra notícia. Insistimos para aceitar o conjunto”, disse o advogado da companhia, Nelson Manrich. “Nós não temos como avançar”, completou Luiz Antonio Carvalho Pacheco, presidente do Metrô.

O presidente do Sindicato dos Metroviários, Altino Melo dos Prazeres, diante da postura dos representantes da companhia, disse que não abriria mão do aumento de dois dígitos, participação nos lucros e resultados (PLR) igualitária, periculosidade para uma parte dos funcionários e catraca livre, como proposto na quinta-feira, na audiência de conciliação.

“Estamos tristes”, afirmou Prazeres. “A gente quer o aumento de dois dígitos como o Haddad deu, de 10%, para os motoristas”, defendeu o sindicalista.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/metroviarios-decidem-manter-a-greve/
Desenvolvido por CIJUN