Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Perfuração por bala é identificada

| 23/04/2014 | 22:10

O laudo do exame de delito de necropsia do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, de 26 anos, constatou que um objeto “compatível com projétil de arma de fogo” entrou e saiu do corpo do rapaz, que teve o pulmão perfurado. Ele foi encontrado em uma creche no alto do morro Pavão-Pavãozinho na tarde de terça-feira, 22. Na véspera, houve tiroteio na comunidade. O documento foi divulgado pelo Jornal Hoje, da TV Globo.

De acordo com o laudo, havia “uma ferida com orla de escoriação e zona de enxugo, compatível com ferimento de entrada de projétil de arma de fogo” e “uma ferida com bordos irregulares e evertidos, compatível com ferimento de saída de projétil de arma de fogo” no corpo. O dançarino teria sido atingido nas costas, na região lombar e saído pelo ombro. 

O disparo, feito de baixo para cima, pode ter sido deflagrado quando o dançarino tentava pular uma laje durante o confronto entre policiais da Unidade de Polícia Pacificadora e traficantes. Após uma queda de cerca de 10 metros, ele ainda teria tentado se levantar, mas não resistiu aos ferimentos.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/perfuracao-por-bala-e-identificada/
Desenvolvido por CIJUN