Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia prende suspeito de ter matado cabeleireiro na avenida Paulista

Folhapress | 26/12/2018 | 09:36

A polícia prendeu, no final da tarde desta terça-feira (25), o homem que confessou ter ofendido, esfaqueado e matado o cabeleireiro Plínio Henrique de Almeida Lima, 30. O crime ocorreu na noite de sexta (21).

Após investigação, a polícia localizou Fuvio Rodrigues de Matos, 32, que confessou ter matado o cabeleireiro. No momento da apreensão, o homem estava trabalhando em uma rede de hotéis internacional no bairro do Paraíso, na zona sul de São Paulo.

Plínio morreu na esquina da Paulista com a Brigadeiro Luís Antônio. Segundo o boletim de ocorrência, ele retornava do parque Ibirapuera com três pessoas quando dois homens começaram a ofendê-los.

Quando o grupo estava próximo à avenida Paulista, um dos acompanhantes de Plínio ficou irritado e discutiu com o autor do crime. O colega posteriormente agrediu o suspeito, que pegou uma faca e feriu Plínio no tórax. O autor do crime fugiu com o companheiro para uma estação de metrô.

Plínio foi socorrido ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu.

Seu irmão, Felipe Almeida Lima, acredita que se trata de um caso de homofobia. “Não tem outra justificativa”, afirma.
O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil no 78º DP. A mesma delegacia em que Fuvio permanece detido.

plinio


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/policia-prende-suspeito-de-ter-matado-cabeleireiro-na-avenida-paulista/
Desenvolvido por CIJUN