Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Protestos contra a Copa são registrados por todo o País

| 12/06/2014 | 19:24

A Polícia Militar usou bombas de efeito moral e cassetete para tentar dispersar os manifestantes, nesta quinta-feira (12), próximo à Estação Tatuapé do metrô, em São Paulo, para protestar contra a realização da Copa do Mundo. A Tropa de Choque chegou por volta das 15h30 e retirou todas as pessoas que estavam na estação, inclusive a imprensa. Duas jornalistas da rede CNN ficaram feridas durante o tumulto. Em outros Estados, como Rio, Minas, Rio Grande do Sul e Distrito Federal também houve manifestações. 

Em São Paulo, quatro pessoas foram detidas e encaminhadas à delegacia sob a acusação de depredar a estação, segundo a PM. 

No Rio, pelo menos três pessoas foram detidas no fim do protesto no Centro. Os manifestantes se dispersavam nos arredores dos Arcos da Lapa quando começou uma confusão generalizada com os policiais militares. Os participantes chegaram a arremessar garrafas de vidro e cadeiras contra os agentes. Dois homens que participavam do ato foram detidos pelos policiais. Uma mulher arremessou uma lata de cerveja contra os PMs e também foi detida. Os policiais usaram gás de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo para afastar os manifestantes. 

Em Porto Alegre, cerca de 600 manifestantes convocados pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público percorreram ruas centrais de Porto Alegre protestando contra a Copa. Entre os integrantes estavam pessoas mascaradas, portando paus e pedras. Eles amassaram com chutes grades de estabelecimentos comerciais, quebraram vidraças de uma agência da Caixa e de uma da telefônica Oi, arrancaram painéis de duas bancas de revistas, derrubaram placas de sinalização do trânsito e viraram todos os contêineres de lixo que encontraram pelo caminho.

Em Belo Horizonte, manifestantes e policiais militares protagonizaram um princípio de confronto durante manifestação. O protesto, segundo a Polícia Militar (PM), começou de forma pacífica no início da tarde desta quinta-feira (12), mas quando os manifestantes se aproximaram do relógio da Copa, na Praça da Liberdade, um grupo começou a atirar rojões em direção ao cerco policial. Os militares revidaram com bombas de efeito moral. 

Já no Distrito Federal, os manifestantes que saíram da Praça do Relógio em direção a Fan Fest, em Taguatinga, foram recebidos com violência pela Polícia Militar. Os policiais formaram um cordão de isolamento um quilômetro antes da entrada do evento e impediram a passagem do grupo, composto por aproximadamente 150 pessoas. A cavalaria da PM e homens do Grupo Tático Operacional (Gtop) também participaram da operação.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/protestos-contra-a-copa-sao-registrados-por-todo-o-pais/
Desenvolvido por CIJUN