Acervo

Rio de Janeiro: Maracanã terá hospital de campanha


maracana
Crédito: Reprodução/Internet
O governo do estado do Rio de Janeiro iniciou a montagem de um hospital de campanha no Complexo Maracanã para o atendimento de vítimas de covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. As primeiras instalações começaram a ser montadas no Célio de Barros, pista de atletismo desativada do local. A região possui ainda o estádio, o ginásio do Maracanãzinho e o parque aquático Júlio Delamare. A previsão é de que 400 leitos sejam construídos no local, a maioria no Célio de Barros. Outros espaços do complexo podem ser utilizados. A princípio, não haverá construções no gramado do Maracanã, Vestiários do campo de futebol também não serão utilizados. Uma série de fatores foi levada em conta para isso. Além da preservação do mesmo, foi considerada a longevidade do hospital e também a acessibilidade. No Célio de Barros, os leitos poderão seguir sendo utilizados, caso necessário, mesmo quando os campeonatos de futebol forem retomados. O local também é mais acessível para as ambulâncias. O Maracanã é mais um dos complexos esportivos a serem disponibilizados para o combate ao coronavírus no Brasil. Diversos clubes colocaram estádios, centros de treinamento, ginásios e/ou outras instalações à disposição das autoridades. Em São Paulo, as obras do hospital de campanha no Pacaembu estão quase finalizadas.

Notícias relevantes: