Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Rússia adverte contra banho de sangue na Venezuela

Folhapress | 24/01/2019 | 13:00

Preocupada com o risco de perder sua cabeça de ponte estratégica no quintal dos Estados Unidos, a Rússia advertiu os americanos a não intervir militarmente na Venezuela e previu que o impasse atual no país pode acabar em um “banho de sangue”.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia manteve o reconhecimento do ditador Nicolás Maduro e advertiu que o estabelecimento de um governo paralelo liderado pelo opositor Juan Guaidó é uma via para a “anarquia e o banho de sangue”.

Já o adjunto do ministério, Serguei Riabkov, disse à agência Interfax que uma eventual ação militar estrangeira, liderada ou estimulada pelos EUA, levaria a um “cenário catastrófico” no país.

Ao longo dos anos, tanto a Rússia quanto a China estabeleceram uma forte parceria para sustentar o regime chavista. Enquanto Pequim optou pela via do poder do dinheiro, tornando-se a maior credora de Caracas, Moscou criou laços geopolíticos lastreados também em poder militar.

De 2005 para cá, estima-se que a Rússia tenha vendido entre US$ 11 bilhões e US$ 20 bilhões em armamentos para a Venezuela, que tornou-se no começo da década a segunda maior compradora de produtos bélicos russos.

Não se pode levar isso, contudo, pelo valor de face. Hugo Chávez e Maduro sempre fizeram financiamentos com os russos dando petróleo como garantia e pagamento, e autoridades em Moscou se queixam reservadamente de calotes.

 

23 January 2019, Venezuela, Caracas: A man wrapped in a flag of Venezuela raises his arms high in front of a number of security forces. In the midst of the escalating political crisis in Venezuela, many people took to the streets. Many states, international organizations and the opposition no longer recognize Maduro as a legitimate head of state. According to observers, his re-election last year did not take place under free and fair conditions. Photo: Rayner Pena/dpa (Photo by Rayner Pena/picture alliance via Getty Images)


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/russia-adverte-contra-banho-de-sangue-na-venezuela/
Desenvolvido por CIJUN