Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Sabesp deve entregar novo plano de operação

| 04/10/2014 | 22:05

A Sabesp deve entregar no segunda-feira à ANA (Agência Nacional de Águas) o novo plano de operação dos reservatórios do sistema Cantareira. O plano, que traz a estratégia prevista até o final de abril do ano que vem, foi a condição imposta pela agência para avaliar a autorização do uso da segunda cota do chamado volume morto (água que fica abaixo do nível de captação por gravidade).

O nível disponível para utilização do Cantareira voltou a cair neste sábado (4). O volume caiu 0,2 ponto percentual -de 6,4% para 6,2%. Desde maio, o abastecimento da região metropolitana de São Paulo é feito com o uso da reserva técnica conhecida como volume morto. Esse recurso entrou em operação em 16 de maio, quando o volume útil tinha baixado para 8,2%.

Naquele período, houve acréscimo de 18,5% na oferta, o equivalente a 182,5 bilhões de litros. A expectativa da Sabesp agora é usar mais 106 milhões de metros cúbicos da segunda cota da reserva técnica. Segundo o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Mauro Arce, a primeira cota da reserva técnica do Sistema Cantareira deve se esgotar no dia 21 de novembro.

Racionamento – Apesar das chuvas que atingiram algumas regiões do Estado nos últimos dias, o racionamento oficial de água já atinge 2,77 milhões de pessoas em 25 municípios. O número de habitantes afetados é 32% maior do que em agosto, quando levantamento da Folha mostrou que 2,1 milhões viviam sob rodízio em 18 cidades. 

O racionamento oficial ocorre em municípios onde os serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto são de responsabilidade das prefeituras. Não há na lista cidades em que o sistema é gerenciado pela Sabesp, embora a empresa venda água para algumas delas.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/sabesp-deve-entregar-novo-plano-de-operacao/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN