Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Santa Catarina e Amazonas estão em estado de emergência

| 17/06/2014 | 19:30

No Amazonas, 36 cidades foram afetadas pelas enchentes. Do total, 34 estão em situação de emergência. Apesar de o nível das águas ter começado a baixar, Humaitá e Boca do Acre ainda estão em estado de calamidade pública, segundo a Defesa Civil Estadual.

O presidente da Associação Amazonense de Municípios, Iran Lima, disse que ainda não é possível avaliar os prejuízos dos municípios, mas as perdas na agricultura devem ser grandes. “O primeiro ano após a enchente fica complicado, porque em uma produção de farinha de mandioca e de banana dura um ano para começar a produzir. Este ano, com certeza, será uma crise muito grande em relação a isso. Nos municípios que estão tendo problema, se perde a produção toda”, disse.

De acordo com a Defesa Civil, 59 mil famílias foram atingidas, o que soma aproximadamente 298 mil pessoas. No início do mês, o governo do Amazonas assinou um convênio com dez prefeituras para o repasse de R$ 3,5 milhões. O recurso deverá ser aplicado para compra de combustível e medicamentos, remoção de famílias atingidas e outros serviços de auxílio à população.

Santa Catarina – O governo de Santa Catarina reconheceu 41 municípios em situação de emergência por causa dos temporais que atingiram o Estado. As cidades de Guaramirim e Rio Negrinho decretaram estado de calamidade pública. Segundo a Defesa Civil Estadual, 42 cidades foram atingidas e 406 mil pessoas foram afetadas com as chuvas. São mais de 7,5 mil desabrigados e mais de 52,8 mil desalojados.

A Defesa Civil registrou 28 feridos e duas mortes – em Guaramirim e Mafra. O governo estadual informa que enviou para as prefeituras quase 48 mil itens de assistência humanitária: colchões, kits de acomodações, água mineral, produtos de limpeza e higiene e cestas básicas.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, liberou R$ 417.860 para assistência às vítimas. O dinheiro será disponibilizado por meio do cartão de pagamento da Defesa Civil, instrumento usado pelo governo federal que transfere recursos para regiões em situação de emergência.


Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/santa-catarina-e-amazonas-estao-em-estado-de-emergencia/
Desenvolvido por CIJUN