Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Trump aconselhou primeira-ministra britânica a processar a União Europeia

DA FOLHAPRESS | 15/07/2018 | 10:31

O presidente americano Donald Trump aconselhou a primeira-ministra britânica, Theresa May, a processar a União Europeia nas tensas negociações sobre a saída da Grã-Bretanha do bloco. O fato foi revelado por May em entrevista para a rede pública de TV BBC. Na sexta (13), Trump afirmou em uma coletiva de imprensa com May que havia dado à líder britânica uma sugestão que ela achou “brutal demais.” No sábado (14), questionada pelo jornalista Andrew Marr, em um programa da BBC, qual teria sido o conselho, May afirmou, sorrindo: “Ele disse que eu deveria processar a União Europeia. ‘Não entre em negociação, processe-os”.

May acrescentou em seguida, porém, que Trump também disse que ela não deveria se afastar das negociações. “Curiosamente, o que o presidente também disse na conferência de imprensa foi: ‘Não vá embora. Não se afaste das negociações”, disse à BBC. May não deu mais detalhes sobre o tipo de processo legal que ele tinha em mente, e não ficou claro que ajuda prática tal intervenção daria à tensa negociação sobre “brexit”. Em sua primeira visita oficial de Trump à Grã-Bretanha, Tump criticou duramente o plano da primeira-ministra Theresa May para a saída do Reino Unido da União Europeia (o “brexit”), elogiou o agora ex-chanceler Boris Johnson.

Em entrevista ao tabloide britânico The Sun, o americano afirmou que a proposta de May de um “brexit light”, em lugar de um afastamento rápido e duro, representa o fim de um possível acordo de livre-comércio no futuro entre EUA e Reino Unido. A proposta apresentada na semana passada pela primeira-ministra prevê um acordo de livre-comércio com a Europa para bens e produtos agrícolas. A decisão de May provocou a revolta de parte dos seus correligionários e a saída de seus secretários: o responsável pelo “brexit”, David Davis, e o chanceler Boris Johnson.

Para Trump, Johnson seria “um grande primeiro-ministro”. O ex-chanceler criou polêmica no início do mês passado, quando, em um evento a portas fechadas, afirmou que Trump seria melhor que May em negociação do “brexit”. Na entrevista ao Sun, Trump disse que adotaria uma tática muito diferente da adotada por May, mas que ela não o ouviu. “Ela deveria negociar da melhor maneira que sabe. Mas é muito ruim o que está acontecendo.” Depois, porém, Trump afirmou que não criticou a primeira-ministra na entrevista.

“Tenho muito respeito pela primeira-ministra”, disse. “Infelizmente houve uma reportagem que foi feita que no geral estava boa, mas que não publicou o que eu disse sobre a primeira-ministra e eu disse uma coisa tremenda [sobre ela]. Isso se chama ‘fake news’ [notícia falsa].” “Em termos de grau, colocaria nosso relacionamento no nível mais alto de especial, especialmente depois desses dois dias com a primeira-ministra. Consigo ir mais alto que isso? Não sei, mas é o nível mais alto de especial. São um povo muito especial, é um país muito especial e como eu disse eu tenho um relacionamento porque minha mãe nasceu na Escócia”, acrescentou.

May então disse que ela e Trump concordaram em negociar um “ambicioso” acordo de livre-comércio entre Reino Unido e EUA, e Trump elogiou a maneira como a primeira-ministra está conduzindo as negociações. “Ela é incrível. Ela está fazendo um trabalho incrível, e o ‘brexit’ é uma situação muito dura, entre fronteiras e as entradas nos países e tudo isso”, afirmou Trump. “Ela é uma pessoa muito inteligente, muito dura e muito capaz, e prefiro tê-la como minha amiga do que como minha inimiga.”

Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos da América EUA entre 2016 e 2020


Leia mais sobre | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/brasil-e-mundo/trump-aconselhou-primeira-ministra-britanica-a-processar-a-uniao-europeia/
Desenvolvido por CIJUN