Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Cientistas encontram recife de meio bilhão de anos

| 27/06/2014 | 12:12

O cenário da escavação é o oposto do que a imaginação sugere. E os fósseis em questão passariam certamente despercebidos aos olhos de um leigo, que, mesmo prestando atenção, não veria ali nada mais do que manchas esquisitas em uma rocha.

Meio bilhão de anos atrás, porém, essa região desértica no interior da Namíbia era parte de um oceano. E as manchas e ranhuras que aparecem em algumas de suas rochas, hoje expostas ao sol, são os restos fossilizados daquele que pode ter sido um dos ecossistemas recifais mais primitivos da Terra.

A descoberta foi feita por pesquisadores britânicos, em parceria com o Serviço Geológico da Namíbia, e publicada na edição desta sexta-feira, 27, da revista Science. O trabalho descreve um recife fossilizado de 548 milhões de anos, dominado por um animal chamado Cloudina, que, a exemplo dos corais atuais, vivia de forma agregada e era capaz de sintetizar um exoesqueleto calcário ao redor de seus tecidos moles – formando estruturas parecidas com uma pilha de cones de sorvete, que ficava presa ao substrato marinho.


Link original: https://www.jj.com.br/ciencia-e-tecnologia/cientistas-encontram-recife-de-meio-bilhao-de-anos/
Desenvolvido por CIJUN