Cultura

Pernambucana leva prêmio Jabuti


Na sua 62ª edição, o prêmio Jabuti seguiu sua tendência recente de destacar obras publicadas por casas independentes. O Livro do Ano foi "Solo para Vialejo", da pernambucana Cida Pedrosa, publicada pela Cepe Editora, também de Pernambuco.

No ano passado, o escolhido foi o ensaio "Uma História da Desigualdade", da editora especializada Hucitec, e dois anos atrás o também poeta Mailson Viana chamou atenção ao ser premiado por um livro publicado de forma autônoma.

"Este é um livro da volta, uma migração ao contrário, do mar para o sertão", disse a autora em seu agradecimento. "As palavras e os sons da minha memória não cabiam mais na cabeça e tinham que se espraiar na forma de um livro."

A homenageada da edição foi a poeta mineira Adélia Prado. A autora fez uma rara aparição por vídeo, defendendo o poder da literatura de "fraternizar as pessoas". "Que toda aquela letra que possa produzir beleza possa continuar levando para pessoa aquilo que há de mais importante, o sentimento". (FP)


Notícias relevantes: