Cultura

Shirley Espíndola estreia no Sesc

20 ANOS A cantora está dentro do projeto 'Sons da Terra' com música autoral


Divulgação
Shirley Espíndola participa do Sons da Terra no dia de seu aniverário
Crédito: Divulgação

Com 20 anos de carreira e uma série de oportunidades durante este período, a artista jundiaiense Shirley Espíndola, que também é jornalista, produtora e apresentadora do programa Tons do Brasil na Rádio Difusora Jundiaiense (810 AM) desde 2004, se prepara para novos projetos.

Um deles é sua estreia no Sesc Jundiaí dentro do projeto Sons da Terra. No dia 5 terá sua música autoral "Mil Palavras" exibida no projeto. "Eu sempre me senti muito abençoada com as oportunidades que tive e tenho ao longo da minha carreira e quando recebi o convite para participar do projeto, sabendo que o vídeo seria veiculado no dia do meu aniversário, me senti duplamente presenteada, pois tocar no Sesc faz parte do sonho de todo artista", revela ela ao lembrar que seu aniversário també é dia 5.

A canção Mil Palavras tem a participação dos músicos Thiago Lourenço ao piano, Cahê Boldrini no baixo e Renato Lanza na bateria. O vídeo gravado no Pocket Stage será veiculado nos canais virtuais de comunicação do Sesc Jundiaí às 20h, em todas as plataformas da unidade.

PLANOS

Entre os desejos, intensificar o processo de composição de novas canções, lançar seu terceiro CD/DVD, que já estão em fase de produção, participar de novos projetos em parceria com outros músicos e intensificar a divulgação das músicas nas plataformas digitais "Por conta da pandemia as apresentações presenciais não acontecerão tão cedo, mas temos que nos adaptar a essa nova realidade e mais do que nunca a música não pode parar", afirma.

A carreira de Shirley na música começou em 2000 quando foi convidada por três músicos para compor uma banda de MPB com canções de grandes compositores consagrados na voz de Elis Regina. O show de lançamento aconteceu na cidade de Indaiatuba, seguiu por Itu, Jundiaí e chegou em São Paulo, no extinto teatro Crowne Plaza. No ano seguinte, a cantora conheceu o compositor e arranjador Roberto Menescal que no encontro disse que sua voz seria para grandes canções. Assim foi e Shirley lançou o primeiro CD "Bossa Romântica" (Albatroz/Trama), com participação especial do músico e compositor Danilo Caymmi.

A cantora conta que o evento mais gratificante de sua carreira foi o show no teatro Glória Rocha "O Que me Faz Feliz", com participação especial do compositor Eduardo Gudin, em 2005. "Neste ano, Jundiaí celebrava 350 anos e o show foi uma das comemorações da data. Foi um lindo sonho para mim", relata.

Em junho de 2006, Shirley lançou o segundo CD "Caminho das Águas" (MProduções/VPC) e já fez participações especiais em diversos CDs.


Notícias relevantes: