Cultura

Pinacoteca reabre com exposição


Divulgação
Pinacoteca de São Paulo reabre com exposição de José Damasceno
Crédito: Divulgação

A Pinacoteca de São Paulo reabriu e inaugurou a exposição "José Damasceno: moto-contínuo" na Pina Estação. A mostra é gratuita e estará disponível para visitação de segunda a quarta-feira, das 11h às 17h, até agosto deste ano. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site da Pinacoteca.

A exposição, com curadoria de José Augusto Ribeiro, é a primeira a reunir um número representativo de obras da carreira do artista desde seu início, com peças realizadas entre 1989 e 2021. Damasceno é um dos artistas brasileiros com maior inserção no circuito internacional de arte contemporânea, reconhecido pelas múltiplas linguagens com que opera, pela escala agigantada das peças, além do caráter reflexivo de seus trabalhos.

A exposição abrange cerca de 80 obras, cinco delas inéditas e 40 apresentadas pela primeira vez em São Paulo. Na seleção, estão esculturas, desenhos, instalações e fotografias, que se reportam ao cinema, à música, ao teatro, à arquitetura e ao próprio campo da arte. Grande parte desses trabalhos pertence hoje a coleções públicas e particulares do Brasil e do exterior.

O ineditismo fica por conta de 3 trabalhos com bordado de lã (Pontinho, de 2017); de uma escultura de pedra obsidiana, extremamente reflexiva, muito semelhante a um espelho negro (Sólido, de 2019); e de Monitor líquido, obra de 2021, realizada com derretimento de giz de cera.

Para além das instalações e esculturas, "José Damasceno: moto-contínuo" traz um outro recorte importante de sua produção, que são os desenhos. A mostra reúne 26 desenhos (alternando ou combinando técnicas diversas, como nanquim, grafite, decalque) e 2 polípticos de serigrafia (com 12 imagens cada) feitos a partir de desenhos.

Ingressos

http://www.pinacoteca.org.br

 


Notícias relevantes: