Cultura

Atriz Ruth de Souza recebe homenagens


DIVULGAÇÃO
A atriz Ruth de Souza foi destaque no teatro e no cinema brasileiros
Crédito: DIVULGAÇÃO

No dia em que comemoraria 100 anos, a atriz negra Ruth de Souza recebeu inúmeros homenagens pelo país, inclusive pelo Google. O "doodle" do site de buscas apresentou nesta quarta um desenho da atriz.

Souza foi a primeira atriz negra a encenar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 1945, no espetáculo "O Imperador Jones" ("The Imperator Jones"), do dramaturgo americano Eugene O'Neill (1888-1953).

Além dos palcos, seu pioneirismo conquistou o cinema. Foi a primeira brasileira a disputar um prêmio internacional, o Leão de Ouro no Festival de Veneza, por "Sinhá Moça" (1953).

A atriz também foi contratada da TV Globo por mais de 50 anos, onde atuou em mais de 30 novelas, tais como "O Bem-Amado" (1973), "Helena" (1975), "Sinhá Moça" -primeira e segunda versões (1986 e 2006)- e "Memorial de Maria Moura" (1994).

O último trabalho dela na emissora foi na minissérie "Se Eu Fechar os Olhos Agora", em 2019. Ruth de Souza morreu no dia 28 de julho de 2019 aos 98 anos, vítima de complicações de um quadro de pneumonia.

"Riam de mim quando eu dizia que queria ser atriz." Estas foram as palavras usadas por Ruth de Souza na série "Damas da TV", exibida pelo canal pago Globonews, em 2014.

No programa, a atriz, com cerca de uma centena de atuações no teatro, televisão e cinema, contou que no primeiro ano de escola foi às lágrimas ao ver em seu livro escolar um capítulo sugerindo que o formato da cabeça do negro fazia com que ele fosse intelectualmente inferior aos demais seres humanos.

Primogênita de dois irmãos, Ruth Pinto de Souza nasceu no Engenho de Dentro, zona norte carioca, em 12 de maio de 1921. Aos nove anos, com a morte do pai, retorna com a mãe e os irmãos para o Rio.

(Folhapress)


Notícias relevantes: