Cultura

Kanye West se irrita e acusa Universal de lançar disco 'Donda' sem a sua permissão


Divulgação
Kanye West se irrita e acusa Universal de lançar disco 'Donda' sem a sua permissão
Crédito: Divulgação

O rapper americano Kanye West acusou a gravadora Universal de lançar "Donda", seu novo álbum, sem sua permissão. A declaração foi publicada no Instagram do músico, neste domingo (29).

"A Universal soltou meu disco sem minha aprovação e bloqueou 'Jail 2'", afirmou o artista. Apesar da acusação, a gravadora não emitiu nenhum comentário sobre o assunto.

"Donda" chegou aos serviços de streaming no domingo, após duas audições - transmitidas on-line - e duas datas de lançamento previamente anunciadas.

Durante as primeiras horas de lançamento, a canção "Jail Pt. 2", citada por West na publicação do Instagram, não aparecia nas plataformas. Logo depois, porém, passou a constar entre as faixas do álbum.

"Jail Pt. 2" tem a participação e coautoria polêmicas dos músicos DaBaby, que recentemente fez comentários homofóbicos e preconceituosos contra portadores de HIV, e Marilyn Manson, alvo de uma série de denúncias de abuso sexual e violência contra mulheres.

Nos créditos do álbum, Manson assina com o nome Brian Warner, e DaBaby como Jonathan Kirk.

O disco traz no título o nome da mãe do rapper, Donda West, que morreu em 2007, e já apareceu em diversas letras do músico. "Donda" também é o primeiro álbum de West depois de sua separação de Kim Kardashian e de sua fracassada candidatura à presidência dos Estados Unidos.

O álbum sucede, "Jesus Is King", que venceu o Grammy neste ano em uma categoria nova, a de melhor disco cristão.


Notícias relevantes: