Cultura

Curta foi produzido por jundiaienses

CINE INCLUSÃO Obra de artista vira curta-metragem em festival da terceira idade


Divulgação
O curta-metragem mostra a obra da jundiaiense Vera Lucchini
Crédito: Divulgação

De Jundiaí para o Brasil, a artista plástica Vera Lucchini tem sua obra - esculturas de boneca em cacos de vidro que representam as dores femininas - apresentada em um curta metragem de autoria dela e do arquiteto e urbanista Eduardo Carlos Pereira na terceira edição do festival Cine Inclusão, que ocorre até o dia 24 de outubro.

O festival apresenta 24 curtas realizados ou protagonizados por pessoas com mais de 60 anos de idade ou que discutem temas relacionados à terceira idade como amor, sexo, memórias e abandono.

Em sua coluna quinzenal no Jornal de Jundiaí, Pereira destacou a motivação para produzir o curta. "Nesse contexto pandêmico, que não havia onde mostrar as obras de Vera Lucchini, resolvemos fazer um curta."

As bonecas de Vera Lucchini foram tema de reportagem especial na revista Hype do Jornal de Jundiaí, de março de 2021.

"Esculturas de Vera Lucchini" manifesta a defesa da liberdade da mulher e esbanja representações da real condição feminina. O curta pode ser visto no site www.cineinclusão.com.br.

O FESTIVAL

Na edição deste ano, a homenageada é a atriz Ruth de Souza (1921-2019), primeira mulher negra a protagonizar uma novela e que completaria 100 anos este ano. Para celebrá-la, o festival vai exibir o curta-metragem A Mãe e o Filho da Mãe, dirigido por Luiz Antonio Pilar. O filme será exibido nesta segunda-feira (18), a partir das 18h. Após a exibição do filme, haverá uma live com a participação do diretor do curta e com o biógrafo da atriz, Ygor Kassab.

O Cine Inclusão é composto por duas mostras. A Mostra Competitiva, que exibirá 16 curtas que têm como tema a terceira idade ou apresentam idosos como protagonistas. Nessa mostra, o público vai eleger os três melhores filmes.


Notícias relevantes: