Cultura

Festival de Curtas-Metragens chega à sua terceira edição

O objetivo é incentivar a produção audiovisual na região de Jundiaí e divulgar o cinema nacional


 Divulgação
Programação da terceira edição do festival vai de 11 a 18 de maio
Crédito: Divulgação

Após dois anos sem realização por conta da pandemia, o Festival de Curtas-Metragens de Jundiaí está de volta a partir da próxima quarta-feira (11), em sua terceira edição. Com Mostras Paralelas e Competitivas, além de workshops gratuitos, o festival é uma iniciativa da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), em parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural e Câmara Setorial do Audiovisual e Cultura Digital, e segue com sua programação até o dia 18 de maio.

Para esta edição de retomada, o Festival recebeu as inscrições de 129 obras, vindas de 40 Municípios brasileiros, de nove Estados: Amazonas, Alagoas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, além de São Paulo.

Para o gestor de Cultura, Marcelo Peroni, o Festival tem como objetivo incentivar a produção audiovisual na região de Jundiaí e divulgar o cinema nacional de curta-metragem, desenvolvendo essa linguagem e ampliando o calendário cultural da cidade. “Quando se pensa em política pública de cultura, além da exibição dos filmes, também precisamos apostar na formação técnica dessas pessoas. Trabalhamos cada vez mais com a certeza da economia criativa, e gerar discussões sobre profissões do futuro, como as do audiovisual que vem crescendo em nossa cidade é nosso papel fomentar ações como o festival.

A abertura da programação desta edição ficará com o workshop “Cinema para Iniciantes”, com Lígia Ballas, na quarta-feira (11), a partir das 19h30, no Centro Comunitário da vila Hortolândia (rua Professora Geralda Berthola Facca, 38). Também serão feitos workshops com Alexandre Tondella, Eduardo Hentschel e Paloma Amorim, na Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot (avenida Dr. Cavalcanti, 396, Complexo Argos), para interessados inscritos pela internet.

Já pela Mostra Competitiva, foram selecionados 24 trabalhos, nas categorias Documentário, Experimental e Ficção. A avaliação técnica foi feita por Alexandre Ingrevallo (roteirista, diretor e radialista), Vitor Carvalho (professor de artes visuais, fotógrafo e artista plástico) e Wellington Vieira Pinson (diretor, produtor e editor). Os curtas selecionados serão exibidos com entrada gratuita no auditório da Biblioteca, de 13 a 15 de maio, das 10h às 22h; e no Centro Comunitário da Vila Hortolândia no dia 18, às 19h30.

Além das premiações em dinheiro para as propostas com maiores notas, a terceira edição do Festival de Curtas-Metragens conta também com a premiação especial ‘Curta Jundiaí’, no valor de R$ 4 mil, exclusiva para proponentes residentes e domiciliados no Município.

Já pela Mostra Paralela, os trabalhos serão exibidos nos canais oficiais da Cultura no Facebook e YouTube.


Notícias relevantes: