Cultura

Festival de Teatro de Jundiaí (FESTEJU) chega à sua 6ª edição


Divulgação
Apresentações desta edição serão no Polytheama (foto), Complexo Fepasa e Praça do Coreto
Crédito: Divulgação

O Festival de Teatro de Jundiaí (FESTEJU) chega este ano à sua sexta edição, com as apresentações presenciais gratuitas de 20 espetáculos a partir deste sábado (04). Com atrações pelas Cenas Amadora e Profissional, as apresentações serão realizadas pela Unidade de Gestão de Cultura (UGC) no Teatro Polytheama, na Sala Jundiaí do Complexo Fepasa e na Praça Marechal Floriano Peixoto (Praça do Coreto) até o dia 26 de junho.

Além de grupos de Jundiaí e de outros Municípios paulistas, como São Paulo capital, Campinas, Itapetininga, Santos, São José dos Campos, São Roque, esta edição traz também participantes de fora do Estado, com grupos de Curitiba (PR) e Fortaleza (CE).

“Esta edição do FESTEJU marca a sua retomada presencial, com dois anos de realização on-line e híbrida. E este retorno marca também um recorde, com mais de 160 espetáculos e 900 integrantes de grupos inscritos”, comentou o diretor de Cultura da UGC, João Carlos De Luca.

Pela Cena Amadora, as nove apresentações vão de 04 a 15 de junho, na Sala Jundiaí do Complexo Fepasa (avenida União dos Ferroviários, 1760), que tem capacidade para 180 pessoas. As entradas são gratuitas e serão por ordem de chegada, sem distribuição prévia de ingressos.

Neste sábado (04), às 19h, o grupo Estúdio de Baile Flamenco La Casa apresenta “Don Juan”. Neste domingo (05), às 19h, a Cia. Stepout apresenta “Esperando Godot”. Na quinta-feira (09), às 19h30, Cia. de Dança e Teatro JK apresenta “O Livro Perdido – A Relíquia da Humanidade”. Na sexta-feira (10), às 19h30, o grupo Atuará Escola de Teatro apresenta “O Oráculo”. Já no sábado (11), às 19h, a Cia. de Teatro Techniatto traz “Não Deixe o Teatro Morrer”. No domingo (12), às 19h, o Grupão Especial Cia. de Arte e Teatro apresenta “Chapeuzinho Nordestina, Mulé Macho Sim Sinhô!”. Na segunda-feira (13), às 19h30, Coletivo Narciso apresenta “Narrativas Despretensiosas e Não-Governamentais”. E para fechar a programação, na terça-feira (14), às 19h30, a Cia. Fênix apresenta “A Vida Praça”.

A premiação da Cena Amadora será na quinta-feira (16), às 19h30, no Teatro Polytheama, após o espetáculo da Cena Profissional programado para a noite.

Já pela Cena Profissional, as dez apresentações selecionadas serão apresentadas de 16 a 25 de junho, no Polytheama (rua Barão de Jundiaí, 176, Centro) e na Praça do Coreto.

Para assistir aos espetáculos no teatro, os ingressos gratuitos serão disponibilizados a partir das 10h30 no dia da apresentação. No Teatro a programação traz “Quantos outros cabem em um menino”, com Companhia do Acaso, na quinta-feira (16), às 17h; “E.L.A”, com o grupo Jéssica Teixeira, na sexta-feira (17), às 19h30; “O menino de Lugar Nenhum”, do grupo Teatro de Panela, no sábado (18), às 17h; “Quando eu morrer, vou contar tudo a Deus”, com o grupo O Bonde, no domingo (19), às 17h; “Alma Boa – Uma Parábola Chinesa”, com a Cia. Histriônica de Teatro, na terça-feira (21), às 19h30; “WWW para Freedom”, com o grupo Barracão Teatro, na quinta-feira (23), às 19h30; “INHAÍ – Coisa de Viado”, do Coletivo Inominável, na sexta-feira (24), às 19h30; e “The Bichos”, com o grupo Teatro D’Aldeia, no sábado (25), às 17h.

Já na Praça do Coreto a programação traz “Aconteceu no Brasil enquanto o ônibus não vem”, com o Grupo Arte da Comédia, na terça-feira (21), às 15h; e “Entr”, com a Cia. PlastikOnírica, no sábado (25), às 11h.

Além das apresentações gratuitas, a programação deste ano traz também, no Polytheama, de duas rodas de conversas com profissionais renomados, na segunda (20) e quarta-feira (22), às 19h30; e um espetáculo convidado para encerrar a programação no domingo (26), às 19h.


Notícias relevantes: