Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Músico João Carlos de Luca assume a diretoria da Cultura de Jundiaí

KÁTIA APPOLINÁRIO - ksantos@jj.com.br | 03/07/2018 | 14:17

João Carlos de Luca é o novo diretor do Departamento de Cultura da Unidade de Gestão de Cultura de Jundiaí. Formado em Comunicação Social pela FAAP e em piano popular pelo Instituto de Artes da Unicamp, o músico, bastante conhecido no cenário musical da cidade, assumiu seu primeiro cargo público na última sexta-feira (29).

Em sua primeira entrevista como gestor público, ele conta que o primeiro passo será o mapeamento do cenário cultural e a otimização dos projetos culturais já existentes na cidade, como o “Sexta no Centro” e o “Domingo no Parque”. “A ideia é que possamos pensar esses projetos não como algo pontual, mas como uma política de cultura a longo prazo, que permaneça, seja funcional e faça sentido”, explica, valendo-se que a limitação orçamentária é um entrave para a implementação de novos projetos neste momento. “Infelizmente a cultura, assim como a educação, ainda é vista em segundo plano”, lamenta.

Além dos projetos já existentes, João ressalta a importância das oficinas culturais, que contemplam desde aulas de instrumentos musicais, como violão e flauta, a outras modalidades artísticas, como teatro e dança. Para ele, essas oficinas se configuram como uma oportunidade para transformar arte em empreendedorismo. “Às vezes uma pessoa descobre que tem facilidade para música e pode acabar vivendo disso se ela tiver uma boa formação. Esse é o nosso objetivo: oferecer bons cursos para proporcionar a possibilidade de autonomia financeira”, assegura o diretor.

Para o segundo semestre, a grande aposta é a execução do Programa Estímulos, um projeto em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo que investirá R$ 500 mil na produção e circulação de projetos culturais e artísticos dentro do município. Jundiaí foi selecionada em primeiro lugar para o programa entre os municípios com mais de 400 mil habitantes e aguarda a aprovação do projeto para dar início às suas atividades.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos

EXPECTATIVAS
No comando da Unidade de Cultura, Marcelo Peroni acredita que o conjunto desses projetos é um meio para a democratização do acesso à cultura, e apoia o novo diretor em seu compromisso com a cidade. “Manter esses projetos e investir na formação é o caminho para a descentralização dos eventos culturais”, diz.

João sempre esteve presente no cenário cultural do município, e se diz honrado em poder atuar ao lado de Peroni. “Sempre acompanhei de perto as políticas públicas culturais da cidade e procurei dialogar e discutir novas ideias. Marcelo e eu nos aproximamos pelas similaridades do fazer artístico e por tentarmos fazer isso de uma maneira mais ampla. Fiquei muito feliz com o convite e é claro, o aceitei”, comemora, frisando que fará de tudo para não decepcionar àqueles que apostaram em sua competência. “Minha meta é poder atender à todas as expectativas”, completa.


Link original: https://www.jj.com.br/cultura/30023/
Desenvolvido por CIJUN