Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Bienal do Esquisito ocorre em Atibaia e Lima, no Peru

DA REDAÇÃO | 09/01/2020 | 09:00

A 8ª Bienal do Esquisito realizada pelo Museu Olho Latino acontece até 31 de janeiro no espaço do próprio Museu e do Centro de Convenções e Eventos “Victor Brecheret” em Atibaia. O evento ocorre com uma ramificação no Peru, intitulada “2ª Bienal de lo Inusitado.” A mostra no país está sendo exposta na Galeria Tarsila do Amaral do Centro Cultural Brasil – Peru da Embaixada do Brasil no Peru, localizada em Lima.
Paulo Cheida é o idealizador e curador do evento. No Peru, além de Cheida, a equipe curatorial está formada com a participação de Rose Falcão e Olga Flores.

A temática da mostra “Transmutação da Verdade”, proposta por Cheida, inspirou os artistas brasileiros e peruanos e trata-se de uma reflexão visual sobre a “verdade” em nossos dias e como ela é transpassada pelos meios de comunicação e redes sociais e como convivemos em nosso cotidiano com o misto de verdade e mentira na profusão de imagens, notícias e comentários.

A Bienal de lo Inusitado está sendo realizada com os mesmos participantes da Bienal do Esquisito em Atibaia e conta inclusive com a participação do professor e artista plástico jundiaiense, Alex Roch, pelo Coletivo Olho Latino.

O evento tem alcançado destaque, projeção e respeito pela qualidade expressiva e artística das obras expostas.

Além de Alex, entre os expositores, participam artistas representantes da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás, da Faculdade de Arte da Pontifícia Universidade Católica do Peru, do Núcleo de Pesquisa e Gravura da Universidade Federal do Piauí e do Coletivo Olho Latino, o qual o artista participa. Este coletivo é formado por artistas residentes em Campinas e região: Alex Roch, Bruno Nitz, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Larissa Leite Zanandréa, Maricel Fermoselli, Mathias Reis, Paulo Cheida Sans, Suely Arnaldo e Tiago Rego.

A Bienal do Esquisito tem uma história de êxito e contribuição cultural. As primeiras edições aconteceram no Sesc Campinas, passando a ser realizadas em Atibaia em função do Museu Olho Latino ter se fixado com sede expositiva na cidade, a partir de 2006.

Para Cheida, estar realizando o evento em conjunto com o Centro Cultural Brasil – Peru em Lima é uma grande honra e satisfação. “O mundo será melhor quando a arte for valorizada e apreciada pelas pessoas, independente de lugar e livre de qualquer preconceito”, afirma.

A 8ª Bienal do Esquisito poderá ser visitada até 31 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, na Alameda Lucas Nogueira Garcez, 511 – Parque das Águas – Atibaia.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/cultura/bienal-do-esquisito-ocorre-em-atibaia-e-lima-no-peru/
Desenvolvido por CIJUN